Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Hamilton é barrado da final de Wimbledon por figurino inadequado

Bicampeão de Fórmula 1 não estava de terno e gravata e por isso não pôde entrar no camarote de convidados da realeza britânica

O piloto britânico Lewis Hamilton, bicampeão e líder da temporada da Fórmula 1, foi impedido de assistir à decisão do torneio de Wimbledon, vencida pelo sérvio Novak Djokovic sobre o suíço Roger Federer neste domingo, por causa de seu figurino. De acordo com o jornal britânico The Telegraph, Hamilton foi barrado pela organização por não estar trajando terno e gravata.

Leia também:

Djokovic vence Federer e conquista o tri de Wimbledon​

O corredor apresentou convite para assistir ao duelo no Royal Box, setor de camarotes destinado à realeza e seus convidados, mas não conseguiu entrar por estar vestindo uma camisa florida, óculos escuros e chapéu, um visual bem mais despojado do que pedia a ocasião. “Foi um infeliz mal-entendido por causa do código de vestimentas de Wimbledon. Lewis está muito decepcionado por ter perdido a final”, declarou a assessoria do piloto da Mercedes ao The Telegraph.

Pouco antes de ser barrado, Hamilton divulgou fotos no Instagram com o convite que recebeu para assistir ao jogo e em uma sala do complexo do All England Club. Criado em 1877, o Grand Slam londrino, disputado em piso de grama, é famoso pelo respeito às tradições – os atletas, por exemplo, só podem jogar com uniformes brancos.

“Honrado de ter sido convidado para ver a final masculina do camarote real”, escreveu Hamilton pouco antes de ser barrado (VEJA)

(com agência EFE)