Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Hamilton doa R$ 2 milhões para combate a incêndios na Austrália

Hexacampeão de Fórmula 1 voltou a mostrar engajamento em defesa dos animais e do meio ambiente

Por AFP - 10 jan 2020, 10h53

O piloto inglês Lewis Hamilton, seis vezes campeão da Fórmula 1, informou que doará 500.000 dólares (cerca de 2 milhões de reais) como ajuda no combate aos incêndios que atingem a Austrália, desastre que já tirou a vida de 26 pessoas e matou bilhões de animais.

“Me comprometo a contribuir com US$ 500 mil para ajudar os animais, os voluntários e os bombeiros”, escreveu Hamilton no Twitter. “Parte meu coração ver a devastação provocada pelos incêndios às pessoas e aos animais no país”. Ele também postou um vídeo que viralizou ao mostrar um coala sendo salvo em meio às chamas.

De acordo com um estudo da Universidade de Sidney, há estimativas de que até a última segunda-feira 6 tenham morrido cerca de 1 bilhão de animais em decorrência dos incêndios, incluindo mamíferos, aves, répteis, insetos e invertebrados.

A doação de Hamilton é mais uma entre as de outras estrelas do esporte, como os nove jogadores australianos da NBA que anunciaram a ajuda de 750.000 dólares, e das tenistas Ashleigh Barty e Nick Kyrgios.

Publicidade