Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Guilherme espera ficar na Lusa e dificulta acerto com o Corinthians

Na mira do Corinthians para ser reserva imediato de Ralf e Paulinho, o volante Guilherme reiterou sua vontade de ficar na Portuguesa e não se mostrou disposto em aceitar uma provável oferta do Timão. O jogador espera conquistar novos títulos com a Lusa em 2012 e mostrou que não está preocupado com o rumo que as negociações estão tomando.

Guilherme foi um dos principais jogadores na conquista da Série B neste ano e é esperado pela diretoria para formar o meio-campo que disputará a elite do futebol nacional. Além disso, os dirigentes não pretendem reforçar o Corinthians na disputa do Campeonato Paulista, uma vez que o título do Estadual é uma das metas da Lusa para a próxima temporada.

‘Não tenho o porquê sair da Portuguesa agora. Conquistei meu primeiro título como profissional nesta Série B e quero conquistar novos títulos com a camisa da Lusa. Essas especulações e negociações deixo a cargo do meu empresário e do Presidente da Portuguesa, pois eles sabem o momento certo para as coisas acontecerem na minha carreira’, declarou o jogador, que ainda reforçou todo o carinho que sente pelo clube paulistano.

‘Estou feliz aqui. Comecei a jogar no clube com nove anos, tenho um carinho e respeito enorme pelo clube e sua torcida e vou cumprir meu contrato normalmente’, completou o atleta, que chegou a ser ameaçado por torcedores da Portuguesa após ter dito que seria um sonho vestir a camisa do Timão.

Quem também procurou colocar um fim no possível interesse de outras equipes brasileiras em Guilherme foi o presidente Manuel da Lupa. O dirigente rechaçou qualquer hipótese de aceitar uma oferta pelo jogador, mas deu a entender que as cifras de algum clube do exterior poderiam facilitar sua saída da Lusa.

‘Temos um ótimo relacionamento com o Corinthians, só que desta vez não temos como concordar com o que eles querem. Os valores referentes ao Guilherme são altos e a negociação com algum time do Brasil é bem difícil de acontecer’, finalizou o mandatário rubro-verde.