Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Guia da Copa: Espanha, a Fúria Vermelha

Desde 2008, nenhuma seleção conquistou tantos títulos quanto a Espanha. Depois de levantar duas Eurocopas e uma inédita Copa do Mundo, a equipe de Vicente Del Bosque construiu uma merecida hegemonia. A histórica rixa entre jogadores de Barcelona e Real Madrid foi posta de lado, o que permitiu aproveitar o melhor das duas potências. Aos poucos, porém, o domínio começou a ruir. O tikitaka, toque de bola espanhol que até outro dia encantava, passou a irritar e, apostam alguns, já fi cou manjado. A surra para o Brasil por 3 a 0 na final da Copa das Confederações é uma prova irrefutável de que é preciso repensar o estilo de jogo. Outro problema é a renovação. Ainda não surgiu um nome consensual para herdar o posto de craques como Xavi e Iniesta. Os espanhóis tiveram de apelar e naturalizaram o brasileiro Diego Costa para resolver a crise no ataque. A Espanha continua como uma das favoritas ao título, mas está longe de ser um bicho-papão.

O CRAQUE

Andrés Iniesta

30 anos • Barcelona (Espanha)

Autor do gol do título mundial em 2010, esse meio-campista cerebral, de boa visão e passe preciso, é um dos melhores em sua posição há quase uma década. Tímido e recatado fora de campo, vira um gigante no gramado com a bola nos pés, com diminuto 1,70 metro para o futebol. Destaca-se pela regularidade e disciplina tática, além do bom entendimento com Xavi.

JOGOS

  • ESPANHA x HOLANDA 13 de junho (sex.) – 16h Salvador
  • ESPANHA x CHILE 18 de junho (qua.) – 16h Rio de Janeiro
  • AUSTRÁLIA x ESPANHA 23 de junho (seg.) – 13h Curitiba

FIQUE DE OLHO

Diego Costa

25 anos •Atlético de Madrid (Espanha)

Nascido em Lagarto, Sergipe, nunca jogou no Brasil. Com 36 gols em 52 jogos, foi um dos grandes responsáveis pelo título espanhol do Atlético de Madrid nesta temporada. Causou polêmica no ano passado ao rejeitar a convocação de Felipão, para jogar pela nação que o adotou.

DESEMPENHO EM COPAS

13 Copas, 56 jogos: 28 vitórias

12 empates

16 derrotas

MELHOR PARTICIPAÇÃO

Campeão (2010)

RANKING FIFA

1º lugar

CONTRA O BRASIL EM COPAS

5 jogos: 1 vitória

1 empate

3 derrotas

5 gols a favor

10 gols contra

TIME-BASE

Esquema tático: 4-3-2-1

TREINADOR

Vicente Del Bosque, 63 anos

Pode igualar-se a Vittorio Pozzo, campeão com a Itália em 1934 e 1938, se conquistar o bicampeonato consecutivo.

Esta reportagem faz parte do Guia da Copa de VEJA.

Para ler outras reportagens baixe grátis a edição especial no IBA,

no tablet ou no iPhone.