Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Guia da Copa: Austrália, Os Cangurus do Futebol

A Austrália vem ao Brasil para tentar não dar vexame. A equipe é composta de veteranos em declínio e de outro tanto de novatos, sem vivência internacional. Para complicar, o técnico é novo. Ange Postecoglou assumiu os Socceroos depois de garantida a vaga para a Copa. O pouco tempo no cargo se reflete no estilo de jogo: segurar-se na retranca contra os três adversários fortíssimos e tentar cair com um mínimo de dignidade.

O CRAQUE

Tim Cahill

34 anos • New York Red Bulls (Estados Unidos)

Maior goleador da Austrália na história e autor de três dos oito gols do país em Copas do Mundo (dois em 2006, um em 2010), Cahill continua sendo a maior esperança de gols do país. Dos veteranos do time, é o único que ainda está em boa fase. A cabeçada é sua principal arma.

JOGOS

  • CHILE x AUSTRÁLIA 13 de junho (sex.) – 18h Cuiabá
  • AUSTRÁLIA x HOLANDA 18 de junho (qua.) – 13h Porto Alegre
  • AUSTRÁLIA x ESPANHA 23 de junho (seg.) – 13h Curitiba

DESEMPENHO EM COPAS

3 Copas, 10 jogos: 2 vitórias

3 empates

5 derrotas

MELHOR PARTICIPAÇÃO

16º lugar, oitavas de final (2006)

RANKING FIFA

59º lugar

CONTRA O BRASIL EM COPAS

1 jogo: 1 derrota

nenhum gol a favor

2 gols contra

TREINADOR

ANGE POSTECOGLOU

TIME-BASE

Esquema tático: 4-5-1

Ryan – Franjic, Spiranovic, Wilkshire, Davidson – Milligan, Jedinak, McKay, Bresciano, Vidosic – Cahill

Esta reportagem faz parte do Guia da Copa de VEJA.

Para ler outras reportagens baixe grátis a edição especial no IBA,

no tablet ou no iPhone.