Clique e assine com até 92% de desconto

Guerrero ri de gozações e defende estilo do penteado e de se vestir

Por Da Redação 1 ago 2012, 20h54

O cabelo de Paolo Guerrero, parcialmente raspado e jogado de lado, é alvo recorrente de gozações dos jogadores do Corinthians. Recém-chegado ao clube, o peruano não se incomoda com as brincadeiras, se diverte até, mas defende o estilo incomum do penteado.

‘Ontem eu cortei’, disse o camisa 9, rindo, quando informado do comentário do lateral esquerdo Fábio Santos de que seu corte era horrível. ‘Tenho coragem (de cortar tudo), mas quero ficar como gosto. Meus companheiros me falam todos os dias que tenho que cortar’.

O modo de se vestir do atacante também chama atenção. ‘Trato de estar bem comigo mesmo, estar tranquilo, e me concentrar no futebol’, esquivou-se, antes de justificar o estilo moderno. ‘É normal, vivi dez anos na Europa. Aqui acredito que é a moda é diferente. Mas me vejo normal’.

Segundo a imprensa de seu país, que esteve direto no CT Joaquim Grava nos primeiros dias após sua contratação, Guerrero é muito vaidoso com seu aspecto físico e tem um guarda-roupa muito bem cuidado. O cabelo é só um detalhe a mais, mas que pode ser copiado futuramente pelos fãs, como aconteceu com o santista Neymar.

‘Seguramente. Por que não?’, questionou o centroavante peruano, rindo de novo.

Quanto ao futebol, sobram elogios. O técnico Tite tem gostado do desempenho de Guerrero nos treinamentos. Na quarta-feira, ele foi testado entre os titulares e surge como opção para começar jogando pela primeira vez no domingo, diante do Vasco, no Rio de Janeiro.

Continua após a publicidade
Publicidade