Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Guerrero e Ganso entram na seleção da Bola de Prata

Peruano do Corinthians ultrapassa Fred e forma dupla de ataque ideal com Diego Tardelli. São Paulo tem os dois melhores jogadores do Brasileirão

A 33ª rodada do Brasileirão foi bastante proveitosa para dois grandes clubes paulistas e seus principais jogadores. Paulo Henrique Ganso e Kaká foram decisivos na vitória do São Paulo sobre o Vitória, no Barradão, e subiram na Bola de Prata, o mais tradicional prêmio do futebol brasileiro, oferecido desde 1970 pela revista PLACAR, da Editora Abril, que também publica VEJA. Autor do gol da vitória por 2 a 1, Kaká recebeu nota 6 e se manteve como Bola de Ouro, prêmio dado ao melhor jogador entre todas as posições. Ganso recebeu nota 7.5 e ultrapassou o palmeirense Jorge Valdivia, ganhando uma vaga ao lado de Kaká na seleção ideal do Brasileirão. O peruano Paolo Guerrero decidiu o clássico paulista entre Corinthians e Santos no Itaquerão e entrou no time ideal do campeonato pela primeira vez. Ele recebeu nota 7.5 e agora forma dupla de ataque com o atleticano Diego Tardelli. O goleiro são-paulino Rogério Ceni, o volante Jean, do Fluminense, e lateral Léo Moura, do Flamengo, também ganharam posições na Bola de Prata.

Seleção da Bola de Prata da revista PLACAR após a 33ª rodada do Brasileirão Seleção da Bola de Prata da revista PLACAR após a 33ª rodada do Brasileirão

Seleção da Bola de Prata da revista PLACAR após a 33ª rodada do Brasileirão (/)

O regulamento do prêmio

Jornalistas da revista PlACAR e do canal pago ESPN assistem a todas as partidas do Brasileirão e atribuem notas de 0 a 10 aos jogadores. Para receber a Bola de Prata, os atletas devem ter sido avaliados em pelo menos 16 partidas. Os jogadores que deixarem seu clube antes do fim do campeonato também estarão fora da disputa. Em caso de empate na nota, leva o prêmio o jogador que tiver atuado em mais partidas. Ganhará a Bola de Ouro aquele que obtiver a melhor média dentre todas as posições.