Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Guardiola rejeita Chelsea e Di Matteo ganha força para ser efetivado

Finalista da Liga dos Campeões da Europa, o Chelsea recebeu um novo ‘não’ de Pep Guardiola para assumir o comando técnico do time inglês, de acordo com o jornal britânico, The Mirror.

Após avisar que não continuará no Barcelona na próxima temporada, o ex-jogador voltou a ser procurado pela equipe – em março deste ano, os Blues fizeram uma sondagem ao técnico catalão, após a saída do português André Villas-Boas, mas não obtiveram sucesso.

Embora tenham oferecido um salário de R$ 37 milhões por ano, o que faria Guardiola o treinador mais bem pago do mundo, além da liberdade para que ele escolhesse quem quisesse para reforçar o clube, o multicampeão com o Barça está decidido a tirar um ano sabático – no clube espanhol, seu auxiliar Tito Vilanova foi anunciado como seu substituto na próxima temporada.Ainda que Guardiola seja o primeiro alvo de Roman Abramovich, dono do Chelsea, o português José Mourinho, que negocia renovação com o Real Madrid, e Joachim Löw, comandante da seleção alemã, tiveram seus nomes especulados pela imprensa europeia.

O atual interino, porém, começa a ganhar força pelo cargo. Roberto Di Matteo assumiu o cargo com a saída de Villas-Boas, de quem era interino, e impressionou os diretores do clube. Sob seu comando, além de uma reação no Campeonato Inglês, o time conquistou a FA Cup sobre o Liverpool, no último sábado, e disputará a final da Liga dos Campeões da Europa, contra o Bayern de Munique, dia 19 de maio. Os próprios jogadores se mostram em favor da continuidade do italiano.