Clique e assine a partir de 9,90/mês

Guardiola controla até a vida sexual dos atletas, revela jogador

Recomendação do técnico espanhol é de que os atletas não devem ter relações sexuais após a meia noite; no Barcelona, Messi já teria seguido as ordens

Por Da redação - Atualizado em 15 nov 2016, 11h05 - Publicado em 15 nov 2016, 11h00

Vale tudo para manter o jogador focado e “na linha”. Para um dos maiores técnicos do mundo, o espanhol Pep Guardiola, do Manchester City, até o sexo deve ser controlado. Foi o que revelou o meia Samir Nasri, que até agosto seguia as orientações de Guardiola no clube inglês.

Emprestado ao Sevilla, o francês disse em entrevista ao diário esportivo L’equipe que havia uma proibição clara aos jogadores: “Nada de sexo depois da meia noite, mesmo se no dia seguinte for um dia de folga, pois vocês precisam de boas noites de sono”, teria dito certa vez Pep Guardiola, que também controla comida e internet na concentração do Manchester City.

O controle sobre as atividades sexuais dos jogadores parece ser uma lição que Guardiola tenta passar em outros clubes que passou. Para ter a melhor performance e regularidade de Lionel Messi, no Barcelona, e Robert Lewandowski, no Bayern de Munique, por exemplo, o espanhol classificava a privação de sexo a certo horário como algo essencial para o descanso físico dos atletas.

“Ele nos disse que fez isso com Messi, que desde então parou de ter lesões musculares, e também com Lewandowski, que na época deixou o banco e passou a compreender algumas coisas”, conta Nasri sobre a recomendação do atual treinador do Manchester City.

O grau de exigência de Guardiola é extremo, mas o meia francês afirma que isso desenvolve os atletas: ” Ele não vai te sacanear, mas vai fazer de tudo para você progredir, sabendo a posição correta em campo e como jogar nela. Ele é uma pessoa exigente”.

Continua após a publicidade
Publicidade