Clique e assine a partir de 9,90/mês

Guaratinguetá bate ASA e encerra jejum de sete partidas sem triunfo

Por Da Redação - 10 jul 2012, 23h08

Atuando diante de sua torcida, na noite desta terça-feira, o Guaratinguetá não decepcionou, como vinha acontecendo nos últimos jogos, e derrotou o ASA-AL pelo placar de 2 a 1, encerrando um jejum de sete rodadas sem vitória e conquistando o segundo triunfo em dez rodadas.

Os gols do Guará foram marcados por Marcinho, aos sete minutos da primeira etapa , e João Paulo, aos 33 da etapa final. Entre os dois gols, Gaúcho chegou a empatar a partida para o ASA, em gol de pênalti, aos 24 do segundo tempo.

Com o resultado conquistado em seus domínios, o Guaratinguetá sobe para oito pontos no campeonato, com campanha de duas vitórias, dois empates e seis derrotas. Já o ASA continua com campanha extremamente irregular na Série B do Campeonato Brasileiro e estaciona nos dez pontos, com três vitórias, um empate e seis derrotas.

O Jogo – Jogando em casa, o Guaratinguetá foi quem começou melhor no ataque. Aos cinco minutos de partida, os mandantes já levavam perigo ao gol do doleiro Gilson.

Continua após a publicidade

Já aos sete da primeira etapa, a torcida vibrou no estádio Dario Rodrigues Leite. Lenílson fez uma jogada ensaiada com Marcinho, que bateu forte e abriu o placar para o Guaratinguetá: 1 a 0.

Aos 12, o ASA deu a resposta e Roberto Jacará quase igualou o marcador para a equipe alagoana.

O time do Guaratinguetá seguiu melhor na partida e chegava ao gol de Gilson sem maiores problemas. Aos 15, Marcinho chutou uma bola colocada e exigiu grande defesa do arqueiro do ASA.

Aos 25 minutos, o preparador físico do ASA acabou se exaltando e o juiz Grazziani Maciel Rocha não hesitou em expulsá-lo.

Continua após a publicidade

Com a bola rolando novamente, aos 27, Didira conseguiu fazer a finalização, após cruzamento de Jorginho, e o goleiro Saulo evitou o empate.

Já aos 34, o Guaratinguetá teve uma grande chance de aumentar a vantagem. Marcinho lançou para Lenílson que, mesmo livre na área, perdeu o gol, cara a cara com Gilson.

Um minuto depois do lance de perigo, Gilson teve que trabalhar mais uma vez. Desta vez, foi Lenílson que retribuiu e deu passe para Marcinho, que chutou cruzado mais parou nas mãos do goleiro do ASA.

Antes do final da primeira etapa, o time de Arapiraca (AL) teve mais duas chances de empatar, ambas em lances de bola parada, mas o jogo foi para os vestiários com o placar em Guaratinguetá marcando 1 a 0 para os donos da casa.

Continua após a publicidade

Na volta dos vestiários, os visitantes voltaram mais ligados na partida e chegaram a pressionar no início da etapa.

Após jogada de Chiquinho, Valdívia, a novidade do ASA no segundo tempo, cabeceou na trave, aos 11 minutos.

Aos 20 minutos, o goleiro Gilson apareceu bem em dois lances consecutivos, em chute de Lenílson, que apareceu livre após passe de calcanhar de Marlon, e no rebote, evitando que o Guaratinguetá ampliasse a vantagem.

Quatro minutos mais tarde, Igor derrubou Lúcio Maranhão na área. Pênalti para o ASA e cartão amarelo para o jogador do Guará. Na cobrança, o zagueiro Gaúcho mandou com muita categoria, tirando o goleiro Saulo do lance, e empatou para os visitantes: 1 a 1.

Continua após a publicidade

Aos 27 minutos, o técnico Pintado resolveu tirar Keninha e mandar João Pualo para o campo.

Aos 32, o Guará quase voltou a liderar o placar. Lenílson ajeitou a bola para Marcinho, que bateu por cima do gol.

Seis minutos após entrar no jogo, João Paulo fez a diferença e, após cruzamento de Marcinho, empurrou para o gol e voltou a deixar o Guaratinguetá em vantagem: 2 a 1.

Aos 38, Roberto Jacaré teve a outra chance do empate, mas o goleiro Saulo garantiu a importante vitória do Guará.

Publicidade