Clique e assine a partir de 8,90/mês

Guarani faz 6 a 0 em virada épica; relembre outras reviravoltas

Façanha da equipe campineira na Série C do Brasileirão fez lembrar outras históricas e inesperadas conquistas

Por Da redação - 24 out 2016, 17h03

Os torcedores presentes no tradicional estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, neste domingo jamais se esquecerão do que viram. O Guarani, campeão brasileiro em 1978 e vice em 1986, que há anos sofre nas divisões de acesso do torneio nacional – pôde enfim, celebrar um grande feito, quase milagroso.  Derrotado por 4 a 0 pelo ABC, em Natal, a equipe campineira conseguiu reverter o placar no jogo de volta da semifinal da Série C e sacramentou seu lugar na decisão com uma goleada por 6 a 0. O capitão e ídolo Fernando Fumagalli, de 39 anos, foi o nome da partida: fez três gols e ainda deu uma assistência. Leandro Amaro, Pipico e Alex Santana completaram a goleada no Brinco de Ouro. Assim como os bugrinos, outras equipes protagonizaram reviravoltas memoráveis na história do futebol. Confira abaixo algumas delas:

1) Palmeiras 3 x 4 Vasco (2000)

A decisão da Copa Mercosul de 2000, entre Palmeiras e Vasco, no antigo Palestra Itália, foi daquelas partidas alucinantes, de deixar qualquer torcedor – mesmo que de outras equipes – com o coração na boca. Foi o terceiro jogo da final: os cariocas venceram o primeiro por 2 a 0, os paulistas ganharam por 1 a 0 e a decisão ficou para a terceira partida. No primeiro tempo, com 3 a 0 a favor, parecia que o Palmeiras soltaria o grito de campeão de forma tranquila. A quase impossível virada do Vasco veio, para a tristeza dos palmeirenses presentes. O atacante Romário fez uma de suas melhores partidas na carreira e marcou três gols, o último deles, feito aos 48 minutos do segundo tempo,  decretou o título ao Vasco.

2) Milan 3 x 3 Liverpool (2005)

A vitória heroica do Liverpool sobre o Milan, na final da Liga dos Campeões de 2005, é mais um exemplo da imprevisibilidade do futebol. Os italianos venciam por 3 a 0 até o intervalo, em Istambul, na Turquia, mas os ingleses, com uma inexplicável inspiração, fizeram um segundo tempo perfeito e empataram a partida. A equipe inglesa, então, faturou o título na decisão por pênaltis.

https://www.youtube.com/watch?v=T_Il3rF0fk4

 

Continua após a publicidade

3) Santos 5 x 2 Fluminense (1995)

O Santos precisava, no segundo jogo da semifinal do Brasileirão de 1995, reverter o placar desfavorável de 4 a 1 contra o Fluminense. Tarefa difícil, mas exequível para o elenco do Santos, comandado na época pelo camisa 10 Giovani. A incrível vitória por 5 a 2, no Pacaembu, deu a classificação ao time paulista para a final, que seria vencida pelo Botafogo.

 

Continua após a publicidade

4) Bayern de Munique 1 x 2 Manchester United (1999)

Na final da Liga dos Campeões de 1999, entre Manchester United e Bayern de Munique, os acréscimos foram decisivos para o segundo título da maior competição europeia aos ingleses. Os alemães tiveram que engolir o grito de campeão em incríveis três minutos de jogo após o tempo regulamentar. Aos 46, Teddy Sheringham empatou e, no último minuto, Ole Gunnar Solskjaer fez o histórico gol do título.

5) Atlético-MG na Copa do Brasil de 2014

Na campanha do título da Copa do Brasil de 2014, o Atlético-MG teve que suar (e muito) para chegar à final contra o Cruzeiro, seu maior rival. Foram duas viradas com os mesmos resultados e muito semelhantes. Nas quartas de final, o Corinthians fez 2 a 0 na ida e no segundo jogo a equipe mineira se classificou com uma vitória por 4 a 1. Na semifinal, contra o Flamengo, a história se repetiu:

Continua após a publicidade
Publicidade