Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Guarani e Bragantino falham no ataque e amargam 0 a 0

A falta de competência ofensiva mostrou ser a grande dificuldade de Bragantino e Guarani na Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, as duas equipes tiveram pouca inspiração de criação e fizeram uma partida sem grandes emoções no empate por 0 a 0 registrado no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

O resultado mantém os dois clubes em situação incômoda na classificação da segunda divisão nacional, na luta contra a zona de rebaixamento. O Guarani chega aos 11 pontos, enquanto o Bragantino soma 10.

As duas agremiações voltam a jogar na terça-feira pela Série B do Campeonato Brasileiro. A partir das 19h30 (de Brasília), o Guarani recebe o Goiás, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Um pouco mais tarde (21h50), o Bragantino enfrenta o Grêmio-SP na Arena Barueri.

O Jogo – Mesmo fora de casa, o Guarani tomou a iniciativa das ações em busca de pontos valiosos para sair das últimas colocações. Na primeira jogada incisiva dos visitantes, Bruno Recife avançou pela esquerda e cruzou na direção de Schwenck, mas o goleiro Alê fez boa defesa.

O Bragantino acordou apenas aos 17 minutos e deu trabalho ao goleiro Emerson. O chute de Léo Jaime quase na pequena área parou em uma intervenção portentosa do arqueiro.

O lance de perigo fez o Bragantino equilibrar as ações. Os donos da casa priorizavam a busca pelo gol através de chutes de longe e cruzamentos na área, mas encontravam Emerson atento. No entanto, até o intervalo, a partida não empolgou a torcida no estádio Nabi Abi Chedid. ‘Foi um jogo sem grandes chances, nós mesmos tivemos apenas uma oportunidade’, reconheceu o atacante Schwenck, sintetizando a emoção limitada em campo.

Para o começo do segundo tempo, as equipes deram a impressão que estavam mais determinadas em busca do gol. Aos dois minutos, Emerson salvou o Guarani ao tirar a bola da cabeça de Giancarlo com a ponta dos dedos, após cruzamento de Victor Ferraz.

A resposta do Guarani foi imediata. Bruno Mendes desviou o arremate de Kleiton Domingues e assustou o goleiro Alê. A bola passou próxima ao poste direito do Bragantino.

Aos 15 minutos, quase Alê virou o vilão do Bragantino. Na finalização de longe de Ademir Sopa, o goleiro deixou a bola escapar e contou com a sorte para não levar um frango histórico.

Mais próximo do gol, o Guarani utilizou alterações para intensificar o ritmo: entraram Renato Ribeiro e Medina nos lugares de Kleiton Domingues e Chiquinho. O Bragantino respondeu com a presença do veloz Barboza no lugar de Andrezinho.

Nos minutos finais, o clube de Bragança Paulista criou a principal chance para marcar. Em um toque de cabeça, Ademir Sopa carimbou a trave do Guarani. Pouco depois, os donos da casa ainda lamentaram a expulsão de Acleisson por uma falta infantil em Thiaguinho. Final: 0 a 0.