Clique e assine a partir de 9,90/mês

Guarani desiste oficialmente de Roger e atacante entra na mira da Ponte

Por Da Redação - 19 jan 2012, 14h32

O Guarani anunciou na última quarta-feira à noite que o atacante Roger não interessa mais ao clube. As partes envolvidas nas negociações não conseguiram entrar em acordo e a transferência do jogador foi oficialmente descartada pelo Bugre. Com isso, o atleta entrou na mira da arquirrival Ponte Preta, que conta com melhores condições financeiras para viabilizar a vinda do avançado.

Roger negociava com o Guarani desde dezembro do ano passado e era apontado pela diretoria como o grande sonho de consumo do clube. No entanto, o time de Campinas não conseguiu convencer os japoneses do Kashiwa Reysol a arcarem com 60% do salário do atleta e um empréstimo ao Bugre foi prontamente descartado.

A frustração nas negociações rendeu uma série de críticas e acusações entre as partes envolvidas na transação. O presidente alviverde, Marcelo Mingone, disparou contra o empresário Álvaro Cerdeira, que representa o jogador no mercado, afirmando que o agente estaria fazendo um leilão com o passe do atacante. Já Roger se mostrou irritado com a postura dos dirigentes campineiros e chegou a dizer que faltou vontade dos mandatários na aquisição de deus direitos federativos.

Com o fracasso nas conversas com o Guarani, a Ponte Preta surgiu como possível destino do atacante e, apesar de seu empresário negar qualquer contato da Macaca, o destino do jogador em 2012 poderá ser o time alvinegro da cidade. O grande trunfo para viabilizar a contratação do atacante seria o acesso à Série A do Brasileiro, conquistado no fim do ano passado. A competição traria maior visibilidade ao seu futebol e proporcionaria a chance do avançado disputar um torneio nacional como titular.

Continua após a publicidade

Além disso, a vinda de Roger para o Moisés Lucarelli é vista com bons olhos pelo técnico Gilson Kleina, que perdeu Ricardo Jesus para a disputa dos campeonatos deste ano e espera contar com um atacante experiente para servir de referência no setor ofensivo de sua equipe. O jogador também já teve duas passagens pelo clube e sua contratação poderia finalmente suprir a carência de ídolos no atual elenco ponte-pretano.

Já o Bugre voltará ao mercado para buscar um atacante. A principal contratação da equipe para a posição foi Fumagalli, que defendeu o Americana no último Brasileiro da Série B e atua mais na armação das jogadas. O nome de Anselmo, que atuou pelo Atlético-GO em 2011, surgiu como um possível reforço da equipe, mas o alto salário do jogador poderá ser um novo entrave nas negociações.

Publicidade