Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Guadalajara se despede dos Jogos Parapan-Americanos

Guadalajara (México), 20 nov (EFE).- A quarta edição dos Jogos Parapan-Americanos, que aconteceu em Guadalajara, México, terminou neste domingo com uma cerimônia na qual reinou um ambiente festivo e de inclusão às pessoas com incapacidade.

Na cerimônia de encerramento, que aconteceu no Estádio de Atletismo em Zapopan, Jalisco, cerca de 3.000 pessoas se reuniram para se despedir da competição continental, na qual o Brasil referendou sua hegemonia ao terminar como líder do quadro de medalhas.

Às 19h em ponto (23h de Brasília) a entonação do hino nacional mexicano foi a abertura do desfile dos 1.300 atletas dos 24 países participantes, que encheram de glória e exemplos de vida os 13 cenários esportivos desta competição.

O presidente do México, Felipe Calderón e o presidente do Comitê Paraolímpico das Américas (APC), o colombiano Octavio Londoño entregaram as medalhas aos atletas mexicanos que subiram os três degraus do pódio na maratona masculina para pessoas com cadeira de rodas, a prova mais importante do atletismo paraolímpico.

Um espetáculo de dança, que representou a força dos atletas paraolímpicos, marcou a mudança da praça olímpica para a cidade de Toronto, Canadá, que realizará os jogos em 2015.

A bandeira do Comitê Paraolímpico das Américas foi recebida pelo governador de Ontário, Dalton McGuinty e pelo ministro de Esportes do Canadá, Bal Gosal, com o que se inicia a conta regressiva para a próxima competição.

O grupo mexicano de rock Moderatto foi o encarregado de despedir os atletas a quem ofereceu um show, colocando o ponto final ao evento.

Os Jogos Parapan-Americanos Guadalajara 2011 foram os segundos realizados de maneira conjunta com os Pan-Americanos. EFE