Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Greve da polícia civil modifica segurança de delegações no DF

A seleção brasileira de futebol masculino estreia às 16h na cidade, no estádio Mané Garrincha

Uma paralisação de policiais civis do Distrito Federal por 48 horas a partir desta quinta-feira alterou a segurança de delegações envolvidas nos Jogos Olímpicos em Brasília, incluindo a seleção brasileira de futebol masculino, que joga na cidade nesta tarde.

Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal, os policiais civis serão substituídos por homens do Batalhão de Operações Especiais, e a segurança das equipes está garantida.

O Brasil enfrenta a África do Sul às 16h no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Mais cedo, Iraque e Dinamarca se enfrentam no mesmo estádio. A competição de futebol dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro começa antes da cerimônia de abertura do evento, na sexta-feira, e é disputada em seis cidades do país, incluindo o Rio.

Em nota, a Direção-Geral da Polícia Civil do Distrito Federal disse que respeita a deliberação dos sindicatos sobre a paralisação e que “adotará as providências para garantir o funcionamento dos serviços essenciais”.

A reivindicação dos policiais civis é de reajuste salarial, entre outras demandas.

A segurança é uma das maiores preocupações das autoridades para a Olimpíada no Brasil, a primeira realizada na América do Sul.

(Com agência Reuters)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Silvino Alves Teixeira

    Já não fazem nada e quando tem alguma coisa para fazer, resolve entrar em greve e continua sem fazer nada.

    Curtir

  2. Paulinho Paiakan

    As polícias do DF são as mais bem pagas e lá a criminalidade é alta, então o problema não é salário baixo e sim incompetência e má vontade.

    Curtir