Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Grêmio supera ferrolho do Sport e vence de virada no Olímpico

Com um gol de Marcelo Moreno e dois de Leandro, o Grêmio conquistou venceu o Sport por 3 a 1, nesta quarta, no Estádio Olímpico. A equipe gaúcha esbarrou no bom sistema defensivo armado por Vagner Mancini na etapa inicial e saiu perdendo, mas conquistou a virada no segundo tempo e subiu para 18 pontos, entrando na zona de classificação para a Libertadores.

O Grêmio controlou o jogo inteiro, mas esbarrou no sólido sistema defensivo pernambucano no primeiro tempo. Apesar de criar chances, o Tricolor irritava sua torcida pela falta de objetividade na troca de passes. Na etapa final, o panorama não mudou, mas desta vez o Tricolor teve sucesso. O time de Vanderlei Luxemburgo conquistou o empate e seguiu em cima, até alcançar a virada, com destaque para Leandro, autor de dois gols.

Com o resultado, o Grêmio sobe para 18 pontos e, ao fim do jogo, entrava na zona da Libertadores, na 4colocação. No próximo domingo, o time gaúcho tem um difícil compromisso com o Botafogo, no Engenhão. O Sport, que estacionou nos 12 pontos, receberá o líder Atlético-MG, na Ilha do Retiro, sábado.

O jogo – Com praticamente a mesma equipe que venceu o Cruzeiro (à exceção do suspenso Werley, substituído por Vilson), o Grêmio teve muitas dificuldades de penetração na primeira etapa. Aos quatro minutos, Elano bateu falta da intermediária e levou perigo. Aos 11, Fernando chutou da entrada da área e Magrão segurou.A melhor chance gremista na primeira etapa ocorreu aos 19 minutos. Kleber foi derrubado por Moacir na entrada da área. Elano cobrou a falta com categoria, mas a bola bateu no travessão. Aos 33, outra grande chance: Kleber conseguiu invadir a área, limpou Edcarlos e deu uma paulada, para ótima espalmada de Magrão. Até então, eram seis conclusões gaúchas e nenhuma pernambucana.

O Sport só acordou no fim do primeiro tempo, mas foi mortal. Aos 35, Marquinhos Gabriel cobrou falta no ângulo e Marcelo Grohe fez grande defesa, espalmando. No minuto seguinte, Felipe Azevedo recebeu livre e tocou para Gilberto, também liberado, chutar fraco, para outra defesa de Grohe. Aos 38, o time de Vagner Mancini não desperdiçou: Reinaldo cruzou na cabeça de Felipe Azevedo, que tocou longe do alcance do goleiro: 1 a 0.

O Grêmio ainda levou perigo mais uma vez aos 41 minutos: Marcelo Moreno recebeu na entrada da área, girou e chutou rasteiro, mas o goleiro Magrão fez defesa segura. Foi a última chance gremista na etapa inicial.

O segundo tempo começou parecido como fora o primeiro: o Grêmio tentando furar o bloqueio do Sport, que especulava em contra-ataques rápidos. A primeira boa chegada foi gaúcha: aos quatro minutos, Elano entortou o zagueiro e chutou cruzado, mas ninguém tocou para dentro do gol. Três minutos depois, o mesmo Elano arrematou com perigo de fora da área.

À medida que o tempo passava, o Grêmio ia se enervando com o bloqueio praticamente perfeito do Sport. Aos 11, Fernando bateu de longe e Magrão segurou. No minuto seguinte, o mesmo volante bateu mal, jogando para longe uma boa chance. Mal no jogo, o centromédio deixou o campo para a entrada do atacante Leandro.

Se não fosse em chutes de longe, teria que ser em jogada individual. E foi assim que Elano iniciou a jogada do gol de empate: ele passou por dois marcadores e deixou Kleber na cara do gol. O Gladiador bateu rasteiro, Magrão rebateu e Marcelo Moreno pegou o rebote: 1 a 1.

Animado com o gol, o Grêmio veio para cima, mas sofria com o perigo nas estocadas pernambucanas. Aos 25, Edcarlos ganhou da zaga gremista no jogo aéreo e obrigou Marcelo Grohe a uma boa defesa. Três minutos depois, a virada: Tony cruzou na cabeça de Kleber, que cabeceou com força. Assim como no primeiro gol, Magrão fez grande defesa, mas no rebote saiu o gol gremista, desta vez com Leandro, em um chute forte. Foi o primeiro gol do garoto na temporada.

Aos 34, o Grêmio matou o jogo com um golaço: Léo Gago lançou Zé Roberto, que tocou para Kleber. O Gladiador achou Elano livre na direita e o meia cruzou para mais um gol de Leandro, completando uma jogada de pé em pé, matando o jogo. Aos 38, Elano, que fez sua primeira partida como jogador tricolor no Olímpico, deixou o campo para a entrada de Marquinhos e foi muito aplaudido pelos torcedores.

O Grêmio ainda quase marcou o quarto gol aos 42: Tony recebeu na direita, entortou o mesmo adversário duas vezes e chutou cruzado, raspando a trave de Magrão. No minuto seguinte, Leandro entrou livre na área, mas Edcarlos conseguiu uma ótima recuperação e evitou a conclusão com um desarme perfeito. Aos 45, mais uma boa jogada de Tony: ele recebeu de Marquinhos, entrou na área, tabelou com Kleber e chutou na rede pelo lado de fora.