Clique e assine com 88% de desconto

Grêmio-SP e Bragantino não passam de um empate sem gols em Barueri

Por Da Redação - 17 jul 2012, 23h58

Após ter conseguido a primeira vitória na Série B do Campeonato Brasileiro na semana passada, ao bater o Ipatinga, fora de casa, por 3 a 0, o Grêmio-SP não conseguiu manter a sequência de resultados positivos e, mesmo jogando diante de seu torcedor, nesta terça-feira, ficou somente em um empate sem gols com o Bragantino.

Com a igualdade, a equipe de Barueri segue com campanha fraca na Série B, com somente seis pontos conquistados em 11 partidas (uma vitória, três empates e sete derrotas) e ocupa a vice-lanterna do campeonato. Já o Bragantino segue ‘namorando’ a zona de rebaixamento, com 11 pontos em 11 jogos disputados, com duas vitórias, quatro empates e quatro derrotas. O time de Bragança não vence há cinco partidas, com quatro resultados de igualdade consecutivo

Na próxima sexta-feira, às 21h, o Grêmio-SP vai até o Anacletto Campanella, em São Caetano do Sul, para tentar surpreender o São Caetano e conquistar a segunda vitória na competição. No dia seguinte, também às 21h, o Bragantino recebe, no Nabi Abi Chedid, o ABC-RN, em briga direta para se afastar da zona da degola.

O jogo – Jogando em casa, o Grêmio-SP começou a tomar a iniciativa no ataque e teve a primeira chance aos cinco minutos de jogo. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Marcelinho Paraíba, que bateu prensado.

Publicidade

Era difícil penetrar na zaga do Bragantino, que se postava bem na defesa, então o time da casa tinha que trabalhar a bola na intermediária. Aos 15 minutos, Tadeu recebeu passe, fez o pivô e bateu para o gol, mas errou a mata defendida pelo goleiro Alê, do Bragantino.

Aos 19, foi o Bragantino que deu um susto na torcida presente na Arena Barueri. Victor Ferraz cobrou escanteio fechado e obrigou o goleiro Fernando Leal a espalmar a bola para escanteio.

Marcelinho Paraíba teve a primeira oportunidade clara de gol aos 30 minutos. O meio-campista recebeu passe de Tadeu e finalizou com força, mas a bola parou na trave de Alê. Dois minutos mais tarde, novamente Paraíba teve a chance, mas o goleiro do Braga estava atento e chegou na bola antes que o passe do atacante Marcelinho chegasse no meia do Grêmio-SP.

A equipe de Barueri seguia com maior posse de bola, comandando as ações na partida. Porém, aos 38, Léo Jaime deu forte finalização de fora da área e obrigou Fernando Leal a fazer grande intervenção, evitando que os visitantes abrissem o placar. O Bragantino tentou pressionar nos minutos finais do primeiro tempo, mas a defesa do Grêmio-SP impedia que a equipe do interior de São Paulo assustasse. O jogo foi para o intervalo sem gols.

Publicidade

Na volta dos vestiários, o Bragantino promoveu a primeira alteração na equipe, com o técnico Marcelo Veiga tirando Léo e mandando Moisés para o campo. Aos quatro minutos, a equipe de Bragança Paulista levou perigo ao gol de Fernando Leal, após finalização de Victor Ferraz, que levou perigo à meta.

Aos dez, 11 e 12 minutos, três cartões amarelos em sequência para o Grêmio-SP deixaram a equipe com vários jogadores pendurados. Marcelinho Paraíba foi o primeiro a ser advertido, após simulação de falta. Diego Giaretta tomou o cartão após falta em Victor Ferraz e Marcelinho completou o trio de ‘amarelados’, após falta em Moisé

Aos 13, o técnico Estevam Soares decidiu sacar Alê e colocar Thiaguinho no jogo. O número de faltas de ambas as equipes crescia.

Marcelinho Paraíba chutou de fora da área, aos 19, mas Alê fez fácil defesa após azaga do Bragantino amortecer a finalização.

Publicidade

Aos 26 minutos, os visitantes voltaram a assustar após forte chute de Victor Ferraz, mas o goleiro Fernando Leal estava atento e praticou grande defesa. Dois minutos depois, Andrezinho cruzou bola na área, mas Leal novamente apareceu bem.

Aos 41 minutos, Victor Leal disputou a bola com a zaga do Grêmio-SP e bateu prensado. A bola ia sobrando para Léo Jaime, mas Fernando Leal segurou. No final, um empate sem gols na Arena Barueri.

Publicidade