Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Grêmio se reabilita e afunda o Furacão

Por Da Redação 4 set 2011, 18h04

Em uma luta particular contra as últimas posições na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro 2011, o Grêmio conseguiu se recuperar ao fazer a lição de casa e vencer o Atlético Paranaense por 4 a 0, no Estádio Olímpico. Com o resultado, o Tricolor chegou aos 24 pontos, enquanto o Furacão afundou ainda mais na zona de rebaixamento, com 18 pontos.

Depois de um início equilibrado, o time da casa começou a pressionar e abriu o placar aos 19 minutos do primeiro tempo, com Escudero, que recebeu com liberdade para chutar e balançar as redes. André Lima ampliou a vantagem aos 32 minutos. Depois do intervalo, aos 15 minutos, André Lima fez mais um, aproveitando sobra de bola e outro, aos 21 minutos, de pênalti.

Na próxima rodada, o Grêmio terá pela frente o Bahia, quinta-feira, em jogo marcado para o Estádio Pituaçu, em Salvador. Já o Atlético Paranaense volta a campo na quarta-feira, quando recebe o Palmeiras, na Arena da Baixada, em Curitiba.

O Jogo

A partida começou equilibrada em Porto Alegre, mas com os times mostrando fragilidade no ataque. Aos cinco minutos, Marcinho tentou arriscar de longe, mas pegou mal na bola. A resposta veio no lance seguinte, com Escudero, que foi melhor no arremate, assustando Renan Rocha. O goleiro das defesas difíceis fez mais uma na competição, aos 12 minutos, parando André Lima, que concluiu dentro da área.

Continua após a publicidade

O Tricolor tinha mais ação no campo ofensivo, com o Furacão explorando os contra-ataques, ainda que timidamente. Porém, essa foi a arma do time da casa para abrir o placar, aos 19 minutos, a defesa rubro-negra cochilou e Escudero recebeu com liberdade para escolher o canto e balançar as redes. O gol acalmou os gremistas, que passaram a dominar a posse de ebola. Aos 25 minutos, Douglas mandou a bomba e carimbou Fransérgio.

O segundo gol parecia questão de tempo e ele veio aos 32 minutos, com André Lima, que recebeu passe açucarado de Escudero e, com oportunismo, mandou para as redes. Os visitantes pareciam não ter muitas alternativas e chutavam de onde dava. Aos 39 minutos, Fabrício bate de muito longe e isolou a bola.

Na segunda etapa, o Furacão retornou com Edigar Junio no lugar do baixinho Mádson. Aos quatro minutos, Julio César partiu para jogada individual, fez fila, mas parou em Fabrício, que saiu bem para a cobertura. O jovem Pablo apareceu aos 11 minutos, após cruzamento de Manoel, com um arremate bonito, pela linha de fundo.

A tarde de estreia não estava sendo nada feliz para o técnico Antônio Lopes, que via a cada jogada o tamanho do problema que tem nas mãos. Aos 15 minutos, Andre Lima pegou sobra de bola e chutou no cantinho para ampliar. Aos 20 minutos, Guerrón, que havia acabado de entrar, derrubou Julio César n área. Pênalti. Na cobrança, André Lima fez o terceiro dele na partida.

Com o quarto gol, o Tricolor passou a administrar o resultado. Artilheiro do jogo, André Lima foi substituído aos 29 minutos, saindo de campo ovacionado. Aos 31 minutos, Edigar Junio recebeu de Pablo e chutou em cima do goleiro Victor, que pouco trabalhou. O Grêmio ainda teve a chance de fazer o quinto, aos 41 minutos, em cabeçada de Saimon, pela linha de fundo.

Continua após a publicidade
Publicidade