Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Grêmio repete o 2 a 0 no Fortaleza e segue na Copa do Brasil

Por Da Redação 10 Maio 2012, 00h02

O Grêmio manteve os 100% de aproveitamento na Copa do Brasil. Mesmo longe de ter uma boa atuação, o Tricolor Gaúcho derrotou o Fortaleza por 2 a 0 nesta quarta, no Olímpico, e carimbou sua vaga para as quartas de final. Os gols foram marcados por Léo Gago e Bertoglio, ambos no segundo tempo. Foi a sexta vitória do time de Vanderlei Luxemburgo na competição, em seis jogos disputados.

O jogo foi monótono. No primeiro tempo, o desentrosado time cearense, que atuou com nove reservas, enfrentou de igual para igual o Grêmio, que não fazia questão de se arriscar, jogando com o regulamento embaixo do braço. O Fortaleza tentou partir para cima no segundo tempo, mas o Grêmio conseguiu um gol cedo e, após a expulsão do zagueiro Wallison, encaminhou de vez a vitória, coroada com o gol de Bertoglio.

O Grêmio agora espera o vencedor da partida entre Bahia e Portuguesa, que ocorre amanhã, a partir das 19h30, no Estádio de Pituaçu, em Salvador, para conhecer seu adversário nas quartas de final da Copa do Brasil. O primeiro jogo, no Canindé, acabou empatado sem gols. O Fortaleza volta a campo no domingo, para decidir o Campeonato Cearense contra o Ceará. A equipe do técnico Nedo Xavier precisa vencer o rival para conquistar seu 40título estadual.

O jogo – Quem esperava o Grêmio partindo para cima de um Fortaleza com apenas dois titulares se decepcionou. O Tricolor Gaúcho teve uma atuação desanimada no primeiro tempo, sem sequer esboçar uma pressão inicial para aumentar a vantagem adquirida no jogo de ida. Os primeiros minutos mostraram o time nordestino atacando mais. Aos cinco minutos, Valdison invadiu a área e chutou, mas a bola amorteceu em Naldo e sobrou fácil para Victor.

O Grêmio só foi chegar com relativo perigo aos 11 minutos: Bertoglio recebeu de Edilson, tirou Ciro Sena da jogada, mas chutou por cima. A resposta do Fortaleza ocorreu aos 17: Bismarck chutou de fora da área, raspando a trave de Victor. No minuto seguinte, Edilson chegou bem à linha de fundo e cruzou para trás. Bertoglio, de primeira, chutou sobre o travessão.

O time gaúcho começava a esboçar um crescimento no jogo. Aos 22, Gilberto Silva levou perigo cabeceando a gol. Mas o ritmo caiu violentamente, e a partida ficou monótona. Outra lance de perigo só aos 41 minutos, quando Léo Gago cobrou falta com força e Lopes precisou fazer a defesa em dois tempos para evitar o gol.

Com o atacante Assisinho no lugar do zagueiro Ciro Sena, o Fortaleza tentou o tudo ou nada no segundo tempo. Logo aos três minutos, a bola sobrou para o lateral esquerdo Guto, na área do Grêmio, mas o chute saiu pela linha de fundo. Aos oito minutos, Bertoglio passou pelo marcador e foi obstruído por Wallison na sequência, dentro da área: pênalti, convertido por Léo Gago. Grêmio 1 a 0.

O gol gremista foi o golpe final nas pretensões do Fortaleza. Aos 17, o centroavante gaúcho André Lima conseguiu seu primeiro arremate no jogo, pela linha de fundo. Cinco minutos depois, Marco Antônio acertou um belo chute de fora da área. Lopes fez grande defesa, mas soltou nos pés de André Lima, que bateu em cima da zaga. Aos 24, Bertoglio escapou pela linha de fundo e levou um rapa por trás de Wallison, que recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso por Sandro Meira Ricci.

Melhor nome do Grêmio na noite, Bertoglio perdeu um gol incrível aos 33: o argentino recebeu lançamento perfeito de Souza, entrou frente a frente com o goleiro Lopes, mas o tiro saiu rente à rede, pelo lado de fora. Aos 40, o argentino se redimiria: Miralles fez boa jogada pela direita e deu o passe na medida para Bertoglio dar números finais ao placar no Estádio Olímpico.

Continua após a publicidade
Publicidade