Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Grêmio e Giuliano acertam salários, mas liberação depende de ucranianos

Por Da Redação - 3 jan 2012, 14h59

O empresário do meia Giuliano, Paulo Tonietto, confirmou na tarde desta terça-feira que o jogador está acertado com o Grêmio. No entanto, o procurador alerta que a negociação está longe de uma conclusão. Isto porque falta a liberação do clube do atleta na Ucrânia, o Dnipro. O clube confirmou na manhã desta terça que recebeu uma proposta gremista, mas a recusou.

Segundo Tonietto, o Grêmio foi o único clube brasileiro que fez proposta para repatriar o meio-campista e tem a preferência do jogador para retornar ao país. Ex-jogador do Inter, Giuliano ainda não foi procurado por seu antigo clube em Porto Alegre, mesmo que o interesse do Grêmio em seu futebol já exista há algumas semanas.

Giuliano foi revelado pelo Paraná e comprado pelo Internacional em 2009, onde obteve destaque na conquista da Libertadores do ano seguinte. O jogador está no Dnipro desde janeiro do ano passado, quando foi vendido por 10 milhões de euros.

Publicidade