Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Grêmio e Figueirense tentam sair da zona do ‘conforto desconfortável’

Por Da Redação 12 out 2011, 07h17

É contraditório, mas existe no Campeonato Brasileiro a zona do ‘conforto desconfortável’. Fazem parte dela aqueles clubes que não serão rebaixados e, por isso, estão em situação confortável, mas que dificilmente conseguirão terminar a competição em uma posição alta na tabela, gerando um certo desconforto.

Esse é o caso de Grêmio e Figueirense, adversários desta quarta-feira. Moradores do meio da tabela, eles estão bem longe das últimas posições e distantes de uma vaga à Libertadores. O jogo no Olímpico, às 16 horas (de Brasília), dará ao vitorioso a perspectiva de poder sonhar com as primeiras posições.

Os adversários estão separados por um ponto na classificação. Os 39 do Tricolor o deixam a 12 do primeiro rebaixado e a sete de um lugar no torneio continental. Só uma tragédia mandaria um dos dois para a segunda divisão, mas é preciso uma série de vitórias ainda não atingida em 28 rodadas para atingir as primeiras colocações.

Para o Grêmio o segundo turno tem sido de vitórias e derrotas. Para o Figueira de empates. Os gaúchos venceram cinco vezes e perderam quatro, enquanto a Máquina do Estreito teve seis resultados iguais.

O Olímpico é um reforço gremista. Desde a chegada de Celso Roth, o time perdeu somente uma vez dentro de casa. Como mandante, o Grêmio conquistou 71% dos seus 39 pontos no Brasileirão, mas os catarinenses são visitantes complicados, tendo conquistado 17 pontos fora de casa.

Nas escalações, nova vantagem gremista. Após se ver sem opções de ataque na derrota para o Coritiba, no sábado, o técnico Celso Roth terá o retorno do centroavante André Lima. Além dele, voltam o zagueiro Edcarlos e o meia Douglas.Mesmo com um time próximo do ideal, Roth não espera facilidades. ‘Contra o Figueirense o Grêmio tem a vantagem para vencer, isso pelo lado do torcedor, mas não é assim, é muito difícil. Assim como foi contra o Coritiba. Temos que ter esse cuidado’, explicou. ‘Teremos um time mais equilibrado, a probabilidade de termos um rendimento melhor é real. Se teremos? Vamos ver’, concluiu.

A situação do Figueira é oposta. Jorginho terá três desfalques. O lateral direito Bruno e o meia Maicon, expulsos no 1 a 1 com o Ceará, no domingo, ficam de fora. Assim como o atacante Júlio César, com lesão muscular.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO X FIGUEIRENSE

Continua após a publicidade

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)

Data: 12 de outubro de 2011, quarta-feira

Horário: 18 horas (de Brasília)

Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP)

Auxiliares: Vicente Romano Neto e Herman Brumel Vani (SP)

GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes, Edcarlos, Rafael Marques e Julio Cesar; Fernando, Fábio Rochemback, Douglas, Marquinhos e Escudero; André Lima

Técnico: Celso Roth

FIGUEIRENSE: Wilson; Pablo, Edson, Roger Carvalho e Juninho; Ygor, Túlio, Fernandes e Elias (Coutinho) e Wellington Nem; Aloísio

Técnico: Jorginho

Continua após a publicidade

Publicidade