Clique e assine a partir de 8,90/mês

Grêmio bate Cruzeiro e sobe para 7º lugar

Por Da Redação - 15 jul 2012, 18h53

O Grêmio venceu o Cruzeiro por 3 a 1, neste domingo, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, e impôs ao seu adversário a terceira derrota consecutiva neste Campeonato Brasileiro — ele perdeu também para o São Paulo e o Internacional. O bom resultado conquistado fora de casa fez a equipe gremista chegar aos 15 pontos e à sétima colocação na classificação geral, e ficar mais próxima do G-4. Já o time mineiro estacionou nos 14 pontos e começa a amargar uma queda de rendimento após a boa arrancada no início da competição.

LEIA TAMBÉM:

LEIA TAMBÉM: Luxemburgo comemora vitória fora de casa e elogia estreia de Elano

Como se não bastasse ver a virada do líder Atlético-MG em cima do Figueirense por 4 a 3 no sábado, a torcida cruzeirense ainda teve que ver uma goleada capitaneada pelos ex-ídolos do time Marcelo Moreno e Kléber, que agora defendem os gremistas. Na décima rodada do Brasileirão, o Cruzeiro enfrentará a Portuguesa, na quarta-feira, a partir das 20h30, no Canindé, em São Paulo, enquanto o Grêmio receberá o Sport, no mesmo dia, às 19h30, no Olímpico, em Porto Alegre.

A etapa inicial do duelo deste domingo começou equilibrada entre os dois times, que tiveram dificuldade para finalizar e não conseguiram criar muitas oportunidades perigosas.

A primeira chance de gol, do Cruzeiro, veio com uma cabeceada do estreante Borges aos 17 minutos do primeiro tempo. No momento em que começava a pressionar o Grêmio, a equipe celeste foi surpreendida por um cruzamento de Elano para Marcelo Moreno, pela direita.

Apenas três minutos depois, foi a vez de Kléber marcar. A torcida não poupou o lateral Everton, que falhou muito na marcação, deixando um corredor aberto na direita. A esperança do torcedor cruzeirense veio somente ao final do primeiro tempo, com a expulsão de Werley, que levou o segundo cartão vermelho aos 44 minutos ao cometer falta sobre Montillo.

No segundo tempo, Roth atendeu aos pedidos da torcida e lançou mão de Souza no lugar de Éverton, mas a substituição não foi suficiente para reverter a má atuação do time. Mesmo com um jogador a mais, o Cruzeiro não conseguiu criar boas oportunidades, enquanto o Grêmio reforçou a defesa com Wilson no lugar de Kléber e jogou sem pressa.

Aos 20 minutos, Marcelo Moreno circulava livre na área e recebeu de Souza, marcando o terceiro gol para o time gaúcho. Com uma estreia apagada, o atacante Borges foi substituído por Anselmo Ramon na metade do segundo tempo. O centroavante quase conseguiu diminuir o placar com uma bicicleta, mas Marcelo Groher, em boa atuação, conseguiu salvar o time gaúcho. Nos acréscimos, Wellington Paulista diminuiu com um gol de pênalti, mas não aplacou a decepção da torcida.

O atacante Borges, que não teve a atuação estrelada que a torcida esperava, lamentou o resultado. “Jogando dentro de casa, diante da torcida, era para termos feito um grande jogo, mas isso não aconteceu. A gente precisa melhorar muito”, afirmou.

FICHA TÉCNICA:

Continua após a publicidade

CRUZEIRO 1 x 3 GRÊMIO

CRUZEIRO – Fábio, Diego Renan (Fabinho), Leo, Mateus e Everton (Souza); Marcelo Oliveira, Leandro Guerreiro, Tinga e Montillo; Borges (Anselmo Ramon) e Wellington Paulista. Técnico – Celso Roth.

GRÊMIO – Marcelo Grohe; Tony, Werley, Gilberto Silva e Pará; Fernando, Souza, Elano (Marquinhos), e Zé Roberto; Kleber (Wilson) e Marcelo Moreno (André Lima); Técnico: Vanderley Luxemburgo.

GOLS: Marcelo Moreno, aos 25, e Kléber, aos 28 minutos do primeiro tempo; Marcelo Moreno, aos 20, e Wellington Paulista, aos 47 do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Werley, Gilberto Silva, Zé Roberto, Marcelo Grohe, Marquinhos (Grêmio); Borges, Souza, Leo, Mateus (Cruzeiro).

CARTÃO VERMELHO – Werley.

ÁRBITRO – Marcelo Aparecido de Souza (SP).

PÚBLICO – 15.523 espectadores.

RENDA – R$ 437.659.

LOCAL – Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade