Clique e assine com até 92% de desconto

Grã-Bretanha vence, classifica-se e elimina Uruguai das Olimpíadas

Por Da Redação 1 ago 2012, 17h48

Assim como a seleção da Espanha, a do Uruguai não conseguiu comprovar o seu bom momento no futebol e foi eliminada precocemente dos Jogos Olímpicos de 2012, após ser derrotada pela Grã-Bretanha, por 1 a 0, no Estádio Millennium, em Cardiff (País de Gales), pela terceira e última rodada do Grupo A, na tarde desta quarta-feira.

Com o total apoio dos torcedores, que lotaram o estádio, os britânicos fizeram o dever de casa, venceram o confronto direto e se classificaram à próxima fase da competição, aonde enfrentam a Coréia do Sul nas quartas de final. Se a seleção da casa vencer, enfrentará nas semifinais o vencedor do confronto entre Brasil e Honduras.

Os britânicos também tiveram como adversária a desunião entre os jogadores. Isto porque, novamente, alguns jogadores, como o atacante e capitão, o galês Craig Bellamy, recusaram-se a cantar o hino nacional, intitulado de ‘Deus salve a rainha’. O hino britânico é o mesmo da Inglaterra, algo que ‘demonstra a dominação inglesa sobre os demais países da ilha (País de Gales, Escócia e Irlanda)’, como definiu Bellamy em entrevista.

A recusa momentos antes de a bola rolar causou muita confusão na imprensa britânica e no Twitter, onde vários cidadãos ingleses criticaram a atidude de Bellamy. Já dentro das quatro linhas, o atacante Daniel Sturridge, aos 45 minutos do primeiro tempo, marcou o único gol da partida, que ainda teve uma confusão, envolvendo a fúria dos uruguaios e a cera dos britânicos, antes do apito final.

Continua após a publicidade
Publicidade