Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Governo volta atrás novamente e garante liberação de bebidas na Copa

A última quarta-feira foi movimentada na Câmara dos Deputados com a notícia de que o governo havia arquitetado um plano para não apoiar a liberação das bebidas alcoólicas na Copa do Mundo de 2014. Entretanto, o caso foi encerrado já nesta quinta-feira, após o Ministério do Esporte divulgar uma nota que garante a aprovação da medida à Fifa.

O texto previsto na Lei Geral da Copa permitia a permanência dos torcedores com cervejas e destilados dentro dos estádios, assim como a sua comercialização por meio de vendedores autorizados. O receio da Fifa com relação a um possível veto do governo vem do apoio que a entidade recebe de uma famosa cervejaria, responsável por patrocinar o Mundial que será realizado no Brasil.

‘O governo brasileiro garante e assegura à FIFA que ‘não existem nem existirão restrições legais ou proibições sobre a venda, publicidade ou distribuição de produtos das afiliadas comerciais, inclusive alimentos e bebidas, nos estádios ou em outros locais durante as competições’, afirmou o Ministério na nota divulgada nesta quinta-feira.

Além do Brasil, os países que sediarão as próximas Copas também assinaram garantias permitindo o consumo de bebidas alcoólicas nos estádios. Após o projeto que trata das leis que entrarão em vigência no Brasil durante a Copa do Mundo passar pela Câmara dos Deputados, o Senado analisará o texto em questão e levará a o acordo para a presidente Dilma Roussef, que determinará a sua aprovação definitiva.