Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Goleiro Bruno chega ao Boa Esporte e sonha até com seleção

Jogador vestiu camisa com patrocinadores que já deixaram o clube e se negou a responder algumas perguntas em sua apresentação

O goleiro Bruno Fernandes foi apresentado oficialmente como reforço do Boa Esporte na manhã desta terça-feira, em Varginha (MG). Apesar de todos os patrocinadores terem deixado o clube mineiro por causa da contratação do atleta de 32 anos, Bruno vestiu uma camisa ainda com a marca dos antigos parceiros.

O clube avisou que só aceitaria perguntas relativas a futebol e Bruno deixou de responder a alguns questionamentos. Ele, no entanto, disse sonhar até com a seleção brasileira. “Sonhar nunca é demais. Vou trabalhar e fazer o meu melhor dentro do Boa. Vou deixar as coisas acontecerem naturalmente”, disse.

Bruno se negou a responder logo a primeira pergunta, sobre “por que merecia uma segunda chance.” Em seguida, se soltou: “Estou muito feliz pela oportunidade dada. As pessoas cobram muito pelo que aconteceu no passado. o Boa está abrindo as portas para mim, é uma oportunidade dada, estou muito feliz.”

O ex-ídolo do Flamengo disse não se importar com a rejeição da imensa maioria dos torcedores. “Eu venho me preparando há bastante tempo. Passar pelo que passei não é fácil. Sinceramente, não ligo muito para o que as pessoas falam por aí. Foco no meu trabalho. O importante para mim é o recomeço.” E não quis falar sobre a saída dos patrocinadores do clube. “Eu deixo essa pergunta para os presidentes. Estou aqui para jogar futebol.”

Bruno Fernandes se comparou ao ex-atacante Edmundo, que em 1995 se envolveu num acidente de carro que matou três pessoas. “Assim como tive colega de trabalho que passou por essa situação a carreira toda, o Edmundo, assim espero que seja minha trajetória também. Se não estiver preparado para a pressão, posso levantar e ir embora.”

Bruno estava preso desde 2010, acusado de participação no assassinato de sua ex-amante, Eliza Samudio. Em 2013, ele foi condenado a 22 anos e 3 meses pelo sequestro, assassinato e ocultação de cadáver, mas, como não teve seu recurso julgado desde então, conseguiu sua liberdade provisória no dia 24 de fevereiro, por decisão do ministro do Marco Aurélio Mello, do STF. O jogador disse não temer uma volta à prisão caso a liminar caia. “Vamos deixar nas mão das pessoas competentes, meu advogado vai cuidar disso.”

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. será que este sistema penal brasileiro está correto? veja bem: o assassino mata uma pessoa, indefesa, só não matou mais por falta de oportunidade, fica preso, agora é solto pelo sTF e vai jogar bola e se senti feliz por uma 2ª chance… e a moça que morreu? e a sua família, está feliz com sua morte… pena de morte já, crime hediondo e terrorismo, vão tudo pro colo do capeta.

    Curtir

  2. Carlos Biener

    Ilustra o nivel do Brasil nestes tempos conturbados…

    Curtir

  3. Luiz Alberto Candido

    Era só o que faltava………. pelo amor de DEUS!…

    Curtir

  4. Toda a população de Varginha e todos os patrocinadores tem OBRIGAÇÃO de boicotar o time enquanto esse animal estiver lá

    Curtir