Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Goleiro brasileiro celebra gols de Messi: Entrei para a história

Por Da Redação Atualizado em 19 jul 2016, 13h59 - Publicado em 22 mar 2012, 15h35

O brasileiro Júlio César é goleiro titular do Granada, time que foi derrotado por 5 a 3 pelo Barcelona na última terça-feira. A partida, válida pela 28rodada do Campeonato Espanhol teve três gols marcados por Messi, que chegou a 234 gols marcados e se tornou o maior artilheiro da história do clube, superando Cézar Rodríguez.

Apesar do resultado elástico, o goleiro emprestado pelo Benfica ao clube espanhol não se incomoda e comemora o fato de que, aos 25 anos de idade, já faz parte da história do esporte às custas do argentino.Catarinense de Guaramirim, Júlio César foi revelado pelas categorias de base do Corinthians-PR e ainda defendeu os times sub-20 de Paraná e Botafogo antes de chegar ao Belenenses, de Portugal, em 2007. Após duas temporadas de sucesso, o goleiro despertou o interesse do Benfica e foi contratado, mas não aproveitado. No início de 2012, o empréstimo ao clube espanhol foi definido.

‘Também entrei na história por ser o goleiro do recorde do Messi. Para o goleiro, essa é uma situação normal. Muitas vezes você faz história às custas dos outros. Contra o Barcelona foi pelos gols e pela grande qualidade do Messi. É normal ele marcar três gols, tanto que minha atitude foi entregar a bola. Ele merece todo esse sucesso’, afirmou o goleiro brasileiro ao Olé.

No Campeonato Carioca de 2007, quando havia acabado de ser promovido aos profissionais do Botafogo, Júlio César teve suas primeiras oportunidades de ‘entrar para a história’, mas desperdiçou com atuações consistentes diante do Vasco. Na ocasião, o atacante Romário somava 999 gols na carreira e brigava pelo milésimo em duas partidas contra o Glorioso.

Continua após a publicidade

Publicidade