Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gol de brasileiro pode tirar Milan da liderança do grupo H

Lyon (França)/Madri, 1 nov (EFE).- No duelo entre o líder do grupo e o modesto Bate Borisov, pelo grupo H da Liga dos Campeões, o atacante Renan Bressan foi o destaque do time bielorrusso ao marcar o gol de empate que pode tirar o Milan do topo da tabela.

Após passe de Robinho, Ibrahimovic abriu o marcador para o time italiano ainda no primeiro tempo.

Na etapa complementar, o Bate voltou melhor e, aos 8 minutos, em pênalti duvidoso, o brasileiro Renan Bressan converteu e marcou o gol de empate da partida.

Com o resultado, o time italiano pode perder a liderança para o Barça, caso o time catalão vença o Viktoria Plzen.

No início do jogo o time italiano assustou com a postura do Bate. Dispostos a garantir uma vaga na Liga Europa, a equipe bielorrussa adiantou a marcação e tentou impedir que a dupla de ataque, formada por Ibrahimovic e Robinho, chegasse na área.

O Milan tentou abrir o marcador aos 17 minutos com chute forte de Ibra, mas o gol veio um minuto depois. Em jogada de contra-ataque, o sueco roubou a bola e tocou para Robinho, que devolveu para o atacante livre na área. O camisa 11 tirou do goleiro e marcou o primeiro gol da partida.

Com maior posse de bola, a equipe italiana soube administrar o jogo até o meio do primeiro tempo. Aos 37, Radkov aproveitou cruzamento e teve a chance de empatar, mas sem eficiência.

A resposta milanista veio na sequência. Robinho recebeu passe de Boateng e saiu na cara do gol. O brasileiro avançou e driblou o goleiro, mas na hora de concluir, inacreditavelmente não conseguiu balançar as redes.

Na etapa complementar o Bate voltou mais agressivo e fez o goleiro Abbiati defender o chute forte de Baga.

Pouco depois, aos 8, o árbitro Peter Ramussen marcou pênalti para a equipe do técnico Viktor Goncharenko. O brasileiro Renan Bressan converteu e deixou tudo igual na partida.

Com um jogo bem equilibrado, o Milan tinha dificuldades para trabalhar bem a bola. Aos 28, Ibra perdeu a chance de ampliar o marcador em cobrança de falta.

Mas o time bielorrusso também não desistiu e, aos 33, Skavysh tentou acertar o ângulo esquerdo do goleiro Abbiati, mas chutou por cima do gol.

Até o final da partida a equipe do técnico Massimiliano Allegri pressionou mais, mas não conseguiu modificiar o placar e amargou o empate em 1 a 1.

Na próxima rodada, o Milan enfrenta o Barcelona, enquanto o Bate recebe o Viktoria Plzen. Os dois confrontos estão marcados para o dia 23 de novembro, quarta-feira.

Ficha técnica:

Bate Borisov: Gutor; Yurevich, Radkov, Bordachev e Simic; Kontsevoi (Gordeychuk), Likhtarovich (Olekhnovich), Volodko e Renan Bressan; Baga (Pavlov) e Skavysh.

Técnico: Viktor Goncharenko.

Milan: Abbiati; Abate, Nesta (Bonnera), Thiago Silva e Taiwo; Aquilani (Seedorf), Nocerino, Ambrosini e Prince Boateng; Robinho (Ganz) e Ibrahimovic.

Técnico: Massimiliano Allegri.

Gols: Ibrahimovic (Milan), Renan Bressan (Bate Borisov).

Árbitro: Peter Rasmussen (DIN).

Cartões amarelos: Ambrosini (Milan) e Olekhnovich (Bate). EFE