Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Goiás não aceita aumento salarial e Marcelo Costa deixa a equipe

O volante Marcelo Costa estava praticamente confirmado para a próxima temporada do Goiás, mas um aumento salarial exigido pelo jogador quando as negociações já pareciam concluídas deu por encerrada a passagem do atleta pelo Esmeraldino. A diretoria goiana considerou o valor pedido fora da realidade do clube e cancelou as conversas que mantinha com o atleta, invalidando sua permanência na equipe.

A continuidade do jogador no elenco foi um pedido do técnico Enderson Moreira, que não deixou o nome de Marcelo Costa integrar a lista de dispensas do Goiás. No entanto, o time espera diminuir a folha salarial para investir em novos atletas e não aceitará nenhuma quantia que ultrapasse o orçamento estipulado pela diretoria.

‘Chamei o jogador para conversar e fiz uma proposta de salário e renovação. Ele pediu alguns dias para pensar e acabou aceitando. Porém, ele me ligou na quarta e disse que queria ser mais bem valorizado. Desta maneira, afirmei que não contávamos mais com ele. A partir desse momento estamos descartando o Marcelo’, declarou o diretor de futebol Marcelo Segurado, em entrevista à Rádio 730.

Com a ausência do atleta no planejamento do Esmeraldino, os dirigentes goianos irão analisar as opções disponíveis no mercado para trazerem um novo volante de origem. A intenção é manter um elenco recheado de jogadores que demonstrem vontade em defender o clube e levar a equipe de volta à elite do futebol brasileiro.

‘Agora nós vamos atrás de outro jogador para cumprir essa função. Como tenho vivência no futebol estou acostumado com esse tipo de atitude. Nossa ideia é contratar jogadores que queiram jogar no Goiás. Caso contrário, não poderemos aceitar esse tipo de situação’, finalizou Marcelo Segurado.