Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Givanildo Oliveira culpa falta de sorte pela fase ruim do América-MG

Apesar da derrota para o Santos, o técnico americano Givanildo Oliveira gostou da apresentação do Coelho diante do Peixe, nesta quarta-feira, em Uberlândia. O treinador do Coelho, no entanto, lamentou a falta de sorte da equipe, que na visão do comandante alviverde, vem colaborando para o excesso de resultados desfavoráveis no Brasileiro.

‘É mais um resultado ruim, na situação em que nós estamos. Se estivéssemos fora dos quatro últimos, ou da lanterna, pode-se considerar um resultado normal. Foi um bom jogo, tentamos bastante. Mas, em dois lances de bola parada, o Santos definiu a partida. Falta um pouco de sorte também. O time está procurando, estamos tentando, mas a bola não entra. Tem gente que não acredita, mas eu acredito em sorte, destino. O time não está parado, estamos tentando, buscamos o empate, mas a sorte não ajuda’, declarou.

Segundo o treinador do Coelho, a prova que o time não tem contado com a sorte, ocorreu em vários momentos da partida, lembrados pelo técnico. ‘No primeiro tempo não fomos um time agressivo. Mas tivemos o lance na trave e a bola do primeiro tempo foi a do Irênio. Era a bola do nosso gol. Um a zero faz diferença. Infelizmente, não entrou’, lamentou.

O América-MG amarga a lanterna do Campeonato Brasileiro com apenas 19 pontos ganhos, em 25 jogos disputados. A equipe está há oito pontos do Ceará, primeiro time fora da zona de rebaixamento e no próximo sábado, terá um duelo complicado diante do Flamengo, que não vence a dez jogos.