Clique e assine com até 92% de desconto

Givanildo não gosta dos reservas do Coelho e projeta vitória na semi

Por Da Redação 15 abr 2012, 20h51

Sem esboçar reação, os reservas América-MG foram goleados por 4 a 0, neste domingo, pelo Guarani, em plena Arena do Jacaré. O técnico Givanildo Oliveira não gostou do desempenho da equipe, mas espera tirar proveito do desastre. Após o jogo, o treinador disse que não esperava um revés da forma como ocorreu, mesmo sem os titulares em campo.

‘Como disse antes do jogo, era uma oportunidade de ver todo muito. Apenas o Dudu como titular, porque o Gilberto, o outro volante, está machucado. Então Serviu para observar alguns jogadores, é claro que não foi da maneira que esperávamos. Tivemos uma maratona muito grande de jogos, aproveitamos para poupar aqueles que vinham jogando, mas foi bom para analisar alguns atletas’, disse.

O técnico americano evitou fazer avaliações individuais, mas afirmou que teve condições ver em ação alguns atletas e saber com quem contar na sequência. ‘Não gosto de avaliar jogadores Individualmente. Não posso dizer que esse ou aquele foi bem ou mal. Fiz uma avaliação, como disse, para mim. É importante, para saber como o jogador está, para montar um banco, dentro da característica de cada um’, afirmou.

Sobre a semifinal contra o Cruzeiro, o treinador assegura que será diferente. ‘Uma semifinal difícil, temos condições de ganhar do Cruzeiro, o primeiro duelo foi decidido em detalhes, então temos totais condições de conseguir a vitória e chegar na grande final. Vamos com o que temos de melhor, usando nossa força máxima. Temos uma semana para nos preparar bem, com muita atenção. Agora não se pode errar mais. Sabemos que o Cruzeiro tem a vantagem e quem errar está fora’, frisou.

Continua após a publicidade
Publicidade