Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Giovanni nega falha contra o Náutico e vê Atlético-MG unido

Mesmo tendo goleado o Náutico por 5 a 1, nem todos os jogadores do Atlético-MG deixaram o estádio Independência aplaudidos. O goleiro Giovanni foi bastante cobrado pelo gol que sofreu do Timbu. Na visão do jogador, não houve falha no lance que gerou o gol do time pernambucano. Segundo ele, foi uma bola dividida, que sobrou para ao atacante Araújo.

‘Isso é questionável. Foi uma bola dividida, mas tenho que trabalhar e não ficar pensando se falhei ou não falhei’, disse Giovanni, que afirma que não foram todos os torcedores que vaiaram e garante que está no Atlético-MG disposto a fazer o melhor trabalho possível.

‘Eu não fico triste não, estou aqui para trabalhar. O Atlético-MG está de parabéns pela vitória, se formos pensar no cara que está vaiando a gente, acabamos ficando chateados, mas o que importa é que conseguimos a vitória’, declarou.

Giovanni tem a confiança dos companheiros e em um dos gols marcados pelo meia-atacante Danilinho, o jogador foi abraçar e comemorar com o goleiro. Para o camisa 1, a atitude do companheiro e dos demais atletas do elenco alvinegro demonstra que o time está unido.

‘Isso demonstra a união do grupo. A torcida começou a vaiar, o grupo viu e achou injusto, mas não só o Danilinho, o Leonardo Silva e o Júnior César também vieram me apoiar. Acho que isso é a cara do Atlético-MG: a união de toda a equipe. E isso transpareceu bem’, comentou.