Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ganso exalta o Inter, mas projeta a sua eliminação da Libertadores

Líder do grupo 1 da Copa Libertadores da América, após derrotar o Juan Aurich (Peru), na última quinta-feira, no Pacaembu, o Santos volta a entrar em campo nessa competição somente no dia 4 de abril, diante do Internacional-RS, no Beira-Rio. A partida pode garantir matematicamente a classificação do Peixe e, segundo o meia Paulo Henrique Ganso, mais do que isso: a possibilidade de eliminar um forte concorrente ao título da Libertadores.

‘Se nós vencermos o Inter podemos tirar um grande adversário da nossa frente. Além disso, podemos consolidar a primeira colocação da nossa chave’, analisou Ganso, projetando que sua equipe tenha a vantagem de decidir em casa caso confirme sua vaga às oitavas de final do torneio.

Vale destacar que o Colorado ocupa a segunda posição no grupo santista, com sete pontos ganhos, a mesma pontuação do Strongest (Bolívia). A vantagem dos gaúchos está no saldo de gols: 5 a -3.

Em caso de derrota do Internacional-RS para o Alvinegro Praiano, jogando em Porto Alegre, os bolivianos precisariam de uma vitória sobre o Juan Aurich, no dia 5 do próximo mês, em Chiclayo, para ultrapassar o time gaúcho.

Na última rodada, The Strongest visita o Santos, na Vila Belmiro ou no Pacaembu (o local ainda não foi definido). Já o Colorado enfrenta os peruanos, no Elías Aguirre, e nesta condição precisaria vencer, torcendo ainda por uma derrota dos bolivianos diante do Peixe para se qualificar a etapa de mata-mata da Copa Libertadores.

O lateral esquerdo Juan, a exemplo de Ganso, espera que a equipe santista faça uma boa apresentação no Beira-Rio e complique a vida do Inter no campeonato mais importante de clubes das Américas. ‘Será mais um jogo dificílimo (ante o Colorado), pois sabemos como é difícil jogar lá. Para ganhar, temos que manter esse mesmo espírito que temos apresentado durante a Libertadores. Com garra e muita luta, podemos conseguir um bom resultado lá’, comentou.