Clique e assine com até 92% de desconto

Gafe: EUA tocam hino da Alemanha nazista em torneio de tênis

Versão da música associada ao regime de Adolf Hitler foi executada no lugar do hino adotado depois da guerra

Por Da redação Atualizado em 20 jun 2017, 18h13 - Publicado em 12 fev 2017, 16h27

A Associação de Tênis dos Estados Unidos se desculpou neste domingo por uma gafe constrangedora cometida antes do duelo entre o país e a Alemanha pela Fed Cup, disputada no Havaí. A organização do torneio executou – com direito a cantor entoando a letra – o hino da Alemanha usado durante o período nazista.

Embora seja anterior à ascensão do Partido Nazista ao poder, o hino conhecido por sua primeira frase, Deutschland, Deutschland über alles (“Alemanha, Alemanha, acima de tudo”), ficou fortemente associado ao regime de Adolf Hitler, que usava a letra nacionalista como instrumento de propaganda. Depois da II Guerra Mundial, a Alemanha democrática voltou a adotar a melodia da música como hino, mas reproduzindo apenas a última estrofe, que fala em “União, justiça e liberdade”.

“Foi a pior experiente que eu já vivenciei. Horrível e chocante”, afirmou a tenista alemã Andrea Petkovic. Em comunicado, a Associação de Tênis dos Estados Unidos se desculpou com a Alemanha e seus torcedores pela execução “do hino antiquado”. “De maneiro nenhuma pretendíamos desrespeitar. Esse erro não vai voltar a acontecer e o hino correto será executado pelo restante do torneio.”

Vídeo do jornal britânico The Guardian mostra momento do hino:

Continua após a publicidade
Publicidade