Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Gabriel Medina troca festa por solidariedade — e reencontra o pai

<p>As fortes chuvas que atingiram o litoral norte de São Paulo no início desta semana forçaram o cancelamento da festa de recepção de Gabriel Medina a São Sebastião depois da conquista inédita do campeonao mundial de surfe. O campeão, porém, não se abalou com o cancelamento e, com ajuda do pai biológico, Cláudio Ferreira, passou […]</p>

Por Da Redação Atualizado em 11 jan 2022, 19h06 - Publicado em 26 dez 2014, 17h39

As fortes chuvas que atingiram o litoral norte de São Paulo no início desta semana forçaram o cancelamento da festa de recepção de Gabriel Medina a São Sebastião depois da conquista inédita do campeonao mundial de surfe. O campeão, porém, não se abalou com o cancelamento e, com ajuda do pai biológico, Cláudio Ferreira, passou a ajudar as cerca de 70 famílias desalojados na região. “Não quero festa. Quero ver o povo tranquilo, com o básico, em casa”, disse Medina ao pai, segundo reportagem do Globoesporte.com.

Leia também:

Medina pede ajuda para vítimas da enchente em São Sebastião

Rio-Santos segue interditada por causa de deslizamento

Gabriel Medina pode ganhar estátua em São Sebastião

Medina vinha sendo questionado sobre a relação com o pai biológico, que nunca esteve com o filho durante suas conquistas – o campeão sempre teve a companhia do padrasto, Charles Rodrigues, sua principal influência do surfe. “Todos os anos a gente senta, conversa, às vezes ele está em viagem e me liga para perguntar como eu estou. A gente tem uma conversa à distância”, disse Ferreira.

Ferreira e a mãe de Gabriel, Simone Medina, se separaram há 13 anos. Quando Rodrigues se tornou padrasto, o surfista tinha apenas 8 anos. O padrasto, então, virou técnico e professor.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade