Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gabriel Jesus, aos 19 anos, entra para a história do Palmeiras

Gabriel já é titular da seleção brasileira e vai jogar a próxima temporada no Manchester City, da Inglaterra

Gabriel Jesus nem era nascido quando o Palmeiras venceu o Brasileirão de 1994. Subiu para profissionais em 2015, então viveu pouco o tabu de 22 anos da equipe sem vencer o principal torneio nacional. Jesus se comportou como se tivesse passado pelo sofrimento do torcedor e foi a representação de cada um dos 40.986 fanáticos presentes no Allianz Parque – maior público da história do estádio – dentro das quatro linhas.

Em sua despedida do estádio palmeirense – vai jogar no Manchester City, da Inglaterra, em 2017 -,  o menino de 19 anos correu, foi para cima e era o jogador mais agudo do Palmeiras no primeiro tempo, antes de Fabiano abrir o placar e tranquilizar os ânimos da equipe e da torcida.

Com o placar favorável e já sabendo que o Santos, única equipe que ainda podia tirar o título alviverde, perdia para o Flamengo no Maracanã, Gabriel Jesus sucumbiu ao nervosismo. Queria muito balançar as redes e lamentou quando Roger Guedes recebeu lançamento e chutou para fora, ao invés de só rolar para que ele, sem marcação, fizesse o gol.

A ansiedade era tanta que Jesus se afobou depois de receber de Dudu entre os zagueiros e furou em bola, minutos depois, após jogada construída pela direita.

Nada que manchasse sua despedida ou sua história no Palmeiras. Com a camisa do clube, o atacante de 19 anos foi campeão da Copa do Brasil 2015 e um dos responsáveis pelo título brasileiro em 2016. É o artilheiro do time na campanha vitoriosa com 12 gols e se tornou titular da brasileira depois que Tite assumiu o comando da equipe.

Deu adeus ao Allianz Parque ao final do jogo com o título garantido, para seguir sua carreira na Inglaterra. Não sem antes garantir lugar na história e nos corações dos palmeirenses.