Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Gabigol supera Zico e torna-se maior goleador do Flamengo em um Brasileiro

O principal goleador da edição de 2019 chegou a 22 bolas na rede no jogo contra o Grêmio e ultrapassou o ídolo rubro-negro

Mesmo sem uma grande conquista pelo clube, o atacante Gabriel Barbosa já escreve seu nome na história do Flamengo. O título carioca no início do ano não tem grande peso, a taça do Campeonato Brasileiro, apesar de estar muito próxima, ainda não adentrou a sala de troféus do clube, e o sonhado bi da Libertadores ainda tem o gigante River Plate no caminho. Em termos individuais, porém, o camisa 9 alcançou uma marca inédita. Com o gol marcado sobre o Grêmio na tarde deste domingo, Gabigol tornou-se o maior artilheiro do Flamengo em uma única edição do campeonato nacional.

Até ontem, Zico era o dono da marca. O eterno camisa 10 da Gávea marcou 21 gols em 22 jogos na campanha do primeiro título do Flamengo, em 1980. O Galinho aparece mais duas vezes entre os cinco maiores goleadores do time em campeonatos nacionais: marcou 20 gols em 1982 e outros 17 no ano seguinte – o rubro-negro terminou campeão nas duas edições.

Adriano Imperador completa a lista. Os 19 gols do então atacante ajudaram o Flamengo a conseguir uma arrancada no Campeonato Brasileiro de 2009 e conquistar o título na última rodada, após virada contra o Grêmio, no Maracanã.

Gabigol caminha a passos largos para terminar o Brasileirão como artilheiro da competição. Seu principal adversário é o companheiro de ataque Bruno Henrique, que tem 18 gols marcados. Wellington Paulista, do Fortaleza, e Eduardo Sasha, do Santos, estão mais atrás com 13 e 12 bolas nas redes respectivamente.

Gabigol superou Zico e se tornou o maior artilheiro do Flamengo em uma edição do Campeonato Brasileiro

Gabigol superou Zico e se tornou o maior artilheiro do Flamengo em uma edição do Campeonato Brasileiro (Alexandre Hoshino/VEJA)

A boa fase de Gabigol vem do ano passado. O atacante fez 18 gols e foi o artilheiro do Brasileirão de 2018 com a camisa do Santos. Resta saber se o sucesso do jogador de 23 anos se restringe apenas ao futebol brasileiro.

Fenômeno das categorias de base do clube paulista, Gabigol foi vendido para a Internazionale de Milão em 2016 por 25 milhões de euros (cerca de R$ 90 milhões de reais na época). Após 10 jogos e apenas um gol marcado, foi emprestado ao Benfica, onde também não emplacou: cinco partidas e só mais um gol feito. Voltou ao Santos por empréstimo no ano passado e está no Flamengo também por empréstimo.