Clique e assine a partir de 8,90/mês

Futebol: onda de violência de torcedores choca a Europa

Foram registrados incidentes em Roterdã, Florença, Napoli e Milão pela Liga Europa

Por Da Redação - 26 fev 2015, 17h25

A rodada de volta da segunda fase da Liga Europa voltou a provocar distúrbios em varias cidades nesta quinta-feira. O jogo de maior tensão, entre Feyenoord e Roma, acontece em Roterdã, na Holanda. Na semana passada, 35 torcedores da equipe holandesa foram detidos por depredar pontos turísticos da capital italiana. Com medo de represálias dos fãs italianos, a polícia holandesa armou um forte esquema de segurança para a partida. De acordo com a agência italiana Ansa, 83 torcedores da Roma foram encaminhados a uma delegacia de Roterdã para evitar que se encontrem com os hooligans do Feyenoord. Ainda assim, um italiano e 17 holandeses foram detidos, segundo o diário italiano La Gazzetta dello Sport.

Leia também:

Torcedores do Feyenoord depredam centro de Roma e são detidos

Racismo de torcedores do Chelsea choca Europa; vítima pede prisão dos agressores​

Torcedor do Chelsea acusado de racismo dirige ONG de direitos humanos

O presidente da União dos Torcedores da Roma, Fabrizio Grassetti informou à agência Ansa que o grupo de torcedores italianos passou por uma revista violenta, debaixo de chuva e foi proibido de utilizar os banheiros mais próximos. Assim que os portões do estádio De Kuip foram abertos, a polícia de Roterdã liberou e escoltou os italianos até seus lugares na arquibancada. Outros incidentes envolvendo torcedores violentos foram registrados nesta quinta-feira em três grandes cidades italianas: Florença, Napoli e Milão.

(Da redação de VEJA.com)

Continua após a publicidade
Publicidade