Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Futebol na Coreia do Sul muda para evitar manipulação

Por AE

Seul – Depois de 30 anos, a Coreia do Sul terá um sistema de promoção e rebaixamento no seu campeonato nacional de futebol. A decisão, anunciada nesta sexta-feira pela federação local, faz parte de um pacote de medidas para fazer a liga sul-coreana mais forte que a vizinha japonesa e, principalmente, impedir novos casos de manipulação de resultados, que gerou um escândalo no país nos últimos meses com a prisão de mais de 60 jogadores e técnicos.

“Chegou a hora. Os problemas com a manipulação de resultados é uma dos pontos da mudança, mas queremos muito que todo o futebol na Coreia do Sul atinja um nível maior”, disse Kwon Sung-jin, gerente geral da K-League, a liga profissional sul-coreana de futebol, que deseja uma mudança radical da estrutura do esporte no país asiático.

De acordo com as mudanças, duas equipes serão rebaixadas já no campeonato deste ano, que conta com 16 clubes e começará em março. Um torneio de segunda divisão será criado já para esta temporada e a ideia dos dirigentes é a elite do futebol sul-coreano contar com 12 times a partir de 2014. O formato de disputa a ser jogado, a partir de então, será o do Campeonato Escocês, com a divisão de dois grupos – um na disputa pelo título e outro contra o rebaixamento – após a realização de turno e returno.

Mas as mudanças já geram algumas preocupações no país. A grande maioria dos clubes na Coreia do Sul são patrocinados por alguma grande companhia e o fato de agora existir rebaixamento pode causar o temor de estas empresas desistirem de financiar alguma equipe e, assim, enfraquecer o futebol local.