Clique e assine a partir de 9,90/mês

Fúria no futebol: torcedores invadem treino do São Paulo

Revoltados com o momento ruim da equipe, torcedores armaram um protesto pelas redes sociais que terminou em tumulto no centro de treinamento do tricolor

Por da Redação - Atualizado em 27 ago 2016, 13h25 - Publicado em 27 ago 2016, 12h44

Em péssimo momento na temporada, após derrota em casa para o Juventude por 2 a 1 pela Copa do Brasil, o São Paulo enfrentou a fúria de sua torcida. Na manhã deste sábado, torcedores irritadíssimos invadiram o centro de treinamento do time na Barra Funda para cobrar os jogadores e a comissão técnica por resultados. Integrantes do time foram agredidos – verbal e até fisicamente. E objetos como camisas e materiais dos atletas teriam sido furtados durante a confusão.

Durante aproximadamente duas horas, uma grande multidão de torcedores, composta por cerca de 100 pessoas que haviam marcado o protesto por meio das redes sociais, se aglomerou em frente ao CT do tricolor. Após negociações com a diretoria, eles tiveram sua entrada no treino autorizada.

Sob gritos de “respeito à camisa tricolor”, os torcedores revoltados cobraram e ameaçaram os jogadores são-paulinos. O veterano Diego Lugano, ídolo da equipe, tentou apaziguar os ânimos conversando com diversos participantes do protesto.

Alvos de grande parte das cobranças, o volante Wesley e o meio-campista Michel Bastos foram retirados de campo pelas lideranças tricolores. O presidente Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, e o diretor-executivo Gustavo de Oliveira também foram muito criticados. Ao menos quatro jogadores – Wesley, Bastos, Carlinhos e Wellington – chegaram ser alvo de violência por parte dos invasores.

Continua após a publicidade

O técnico do São Paulo, Ricardo Gomes, foi poupado pelos torcedores – que foram retirados de campo aproximadamente às 11h30, mas continuaram o protesto do lado de fora do CT. “Ooooô, muito respeito com a camisa tricolor”, gritavam os invasores, emendando com um sonoro palavrão.

(com Gazeta Press)

Publicidade