Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Furacão recebe o América-MG para continuar fuga da zona de rebaixamento

Por Da Redação 20 ago 2011, 20h54

Pela primeira vez no Campeonato Brasileiro de 2011 o Atlético Paranaense pode iniciar uma sequência de jogos fora da zona de rebaixamento, confirmando sua incrível reação dentro da competição. Para isso, terá que fazer a lição de casa diante do América-MG, neste domingo, às 18 horas (de Brasília), na Arena da Baixada. O Coelho vive situação mais delicada, na lanterna da classificação.

O técnico Renato Gaúcho deve ter apenas um desfalque em relação ao time que passou pelo Cruzeiro no meio de semana. O volante Deivid, um dos símbolos da nova fase do Furacão, recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática.

No ataque, ‘El Morro’ Garcia segue vetado pelo departamento médico, representando mais uma oportunidade para o jovem Edigar Junio mostrar serviço. Porém, mesmo com alguns destaques individuais, o treinador lembra que o aspecto coletivo tem sido o diferencial, com jogadores aplicando aquilo que vem sendo treinado.

‘Mostramos nos treinamentos, nas conversas que tenho com eles, mostramos na teoria, no vídeo, e depois vou para o campo’, explicou o comandante rubro-negro, justificando a obediência tática dos atletas.

‘Quando a minha equipe entra em campo ninguém entra com dúvida. Taticamente são obedientes e estão bem porque cada um cumpre bem o seu papel dentro de campo e sabe o que precisa ser feito’, completou.

Do outro lado do confronto, os jogadores do América-MG vêm recuperando a confiança depois da chegada do técnico Givanildo Oliveira, e passam a acreditar que a equipe tem condições de reverter a atual situação em que o clube se encontra no Campeonato Brasileiro.

No entanto, o Coelho ainda é o lanterna da competição com apenas 12 pontos, mesmo que depois da saída de Mauro Fernandes e Antônio Lopes, e da chegada de Givanildo, o aproveitamento da equipe tenha melhorado substancialmente.

Em nove pontos disputados, o América-MG conquistou quatro, o que representa o melhor aproveitamento entre os técnicos que comandaram o Coelho neste Brasileiro. Se tivesse estes números desde o início da competição, o Coelho estaria fora da zona de rebaixamento.

Givanildo afirma que está satisfeito com a evolução da equipe, mas destaca que é preciso mais para melhorar a situação do time americano: ‘Futebol é assim, às vezes tem coisas que nem o treinador entende, mas o jogo contra o Fluminense deu confiança (vitória do América-MG por 3 a 0). Desses noves pontos tínhamos que ter ganho sete, porque aquele jogo contra o Botafogo não podíamos ter deixado a vitória, mas estou satisfeito com a evolução da equipe e esperamos confirmar isso contra o Atlético-PR’.

O técnico americano terá todo o elenco à disposição, já que não existem atletas suspensos e o lateral-esquerdo Thiago Carleto, que não enfrentou o São Paulo em função de uma cláusula no contrato de empréstimo entre os dois clubes, está liberado para enfrentar o Furacão.

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR x AMÉRICA-MG

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data: 21 de agosto de 2011, domingo

Horário: 18 horas (de Brasília)

Árbitro: Wilson Luiz Seneme (FIFA-SP)

Assistentes: Rodrigo Pereira Joia (FIFA-RJ) e Herman Brumel Vani (SP)

ATLÉTICO-PR: Renan Rocha; Edilson, Manoel, Fabrício e Paulinho; Fransérgio, Kléberson, Cléber Santana e Marcinho; Madson e Edigar Junio

Técnico: Renato Gaúcho

AMÉRICA-MG: Neneca; Gabriel, Micão e Willian Rocha; Marcos Rocha, Dudu, Amaral, Rodriguinho e Gilson; Léo (Kempes) e Alessandro

Técnico: Givanildo Oliveira

Continua após a publicidade
Publicidade