Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Furacão já projeta reabilitação para levar paz de volta à Baixada

A paz que reinava no Atlético Paranaense na Série B do Campeonato Brasileiro voltou a ser abalada neste sábado com a derrota em casa para o Vitória, por 1 a 0, que interrompeu a reação do Furacão e impediu sua aproximação aos líderes da competição. O lateral Welington Saci lamentou o momento inapropriado para um tropeço, mas segue confiante no acesso para a Série B.

‘É complicado perder jogando em casa, vindo de três vitórias, em uma crescente. Mas tem que ter tranquilidade para dar sequência no trabalho. Nós vamos brigar para subir’, disse o jogador, que foi substituído por causa de uma lesão que pode tirá-lo na próxima rodada. ‘Infelizmente tive uma torção no tornozelo, estou sentindo dor demais. É um dia para esquecer’, completou.

Já Ricardinho tenta projetar a reabilitação da equipe, que volta a campo no próximo sábado, diante do Guarani, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas e, na sequência, encara o Guaratinguetá, também fora de casa. ‘Buscamos uma reação nos três jogos e podemos ganhar os dois em seguida fora de casa. Tivemos oportunidade de ganhar e não fizemos’, avaliou.

O atacante aproveitou para falar sobre as manifestações dos torcedores nas arquibancadas, vaiando a equipe ao final da partida, e concordou com o movimento, prometendo, no entanto, dar a resposta com bom futebol. ‘O torcedor tem toda razão de cobrar de nós temos que responder em campo. Na série B a gente ganha fora, perde em casa, é dificil. Agora tem uma semana pela frente para trabalhar’, concluiu.