Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Furacão exalta luta, ‘estranha’ vitória do Cruzeiro e pensa em 2012

Por Da Redação 4 dez 2011, 19h00

O Atlético-PR derrotou o Coritiba por 1 a 0, no clássico disputado na Arena da Baixada, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, mas foi rebaixado, já que o Cruzeiro bateu o Atlético-MG em outra partida decisiva na luta contra a degola. O volante Cléber Santana destacou a luta do Furacão e pede cabeça levantada para encarar os próximos desafios.

‘Lutamos até o fim dentro de campo. Conseguimos a vitória, mas não dependia só da gente. (Além disso) foram outro jogo que ficaram para trás. Agora é cabeça erguida e pensar no próximo ano’, disse o jogador, que no final da partida mostrou desconfiança com a vitória da Raposa. ‘Tenho certeza que a Federação Mineira tem envolvimento nisso. O Cruzeiro teve dificuldade desde o início da competição e faz 6 a 1. Infelizmente aconteceu isso aí’, emendou.

Emocionado ao final da partida, o meia Paulo Baier, um dos poucos destaques do Rubro-negro na temporada, elogiou a disposição do grupo, que lutou até o final, e encontrou na quebra do tabu de 11 jogos sem vitória sobre o rival ‘Fazia tempo que nós não vencíamos o Coritiba. Faltou planejamento, muitas trocas de treinadores. Temos que elogiar os jogares que ficaram e brigaram até o final. É difícil… Um clube desse vai voltar’, avaliou.

O maestro do Furacão, inclusive, já se colocou à disposição da diretoria para permanecer na Baixada e lutar na Série B para retornar para a primeira divisão em 2012. ‘Estou à disposição o ano que vem para ficar e subir o time de volta. Sou o primeiro a ficar’, concluiu.

Continua após a publicidade
Publicidade