Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Fundo americano vai colocar Paris Saint-Germain à venda

Ex-clube de Raí, Leonardo e Ronaldinho vive crise e busca novos proprietários

Por Da Redação - 12 abr 2011, 10h54

Um dos clubes mais populares da França está à venda. De acordo com reportagem publicada nesta terça-feira pelo jornal francês Le Parisien, o fundo de investimento americano Colony Capital, proprietário de 95,8% do Paris Saint-Germain , revelou que está interessado em vender a agremiação. Para os magnatas que sonham em ter seu próprio clube, o preço estimado do negócio é relativamente baixo: entre 50 e 60 milhões de euros. A equipe, porém, enfrenta uma grave crise.

Conforme a reportagem do Le Parisien, um representante do fundo de investimento decidiu pedir a um mediador especializado nesse tipo de transação que acelere a venda das ações. Embora o acionista principal até agora só cogitasse vender parte dos papéis, permitindo a entrada de novos acionistas no capital do clube – e, com isso, formando uma sociedade que ajudasse a contratar novos novos jogadores para o PSG -, o fundo agora parece querer ceder toda a sua participação.

O clube parisiense, onde já jogaram craques brasileiros como Raí, Leonardo e Ronaldinho Gaúcho, está passando por um período difícil. São poucas vitórias, poucos ídolos e escassez de investimentos, o que impede que o clube participe das competições europeias, como a Liga dos Campeões – o torneio mais rentável para os clubes do continente. Nesta temporada, o PSG tem orçamento de 80 milhões de euros. O Lyon, por exemplo, investirá 150 milhões de euros na temporada.

(Com agência EFE)

Publicidade