Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fucile volta a sentir dores, deixa treino e retorno ao time é adiado

O lateral direito Fucile, que havia se recuperado de uma lesão no ligamento do tornozelo esquerdo e vinha trabalhando forte para voltar a equipe, voltou a sentir dores no local, durante o seu primeiro treino com bola, na manhã desta quarta-feira, no CT Rei Pelé. Desta forma, o uruguaio foi obrigado a deixar a atividade antes do fim, amparado por um massagista do clube, e deve ter o seu retorno ao time adiado por conta disso.

Contratado no início do ano junto ao Porto (Portugal), por empréstimo, Fucile se lesionou na vitória sobre o Catanduvense, por 5 a 0, no dia 15 de abril, na Vila Belmiro. A partida era válida pela última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista.

De lá para cá, o ala tentou se recuperar através de um tratamento alternativo, para evitar que a cirurgia fosse a sua saída neste caso. Porém, os resultados não apareceram tão rápido e Fucile não pôde atuar pelo Santos, tanto na fase final do Paulistão, quanto no mata-mata da Copa Libertadores da América – o Peixe foi eliminado pelo rival Corinthians, nas semifinais do torneio.

Sem Fucile, o técnico Muricy Ramalho deve ser obrigado a escalar novamente o jovem Douglas, que fez a sua estreia no elenco principal no empate com a Portuguesa, em 0 a 0, no último domingo, no Canindé.

A alternativa seria a improvisação do volante Henrique no setor, como já aconteceu em oportunidades anteriores. Isto porque, Crystian ainda se recupera de contusão e Maranhão não será escalado, pois ainda espera uma definição sobre a sua ida para outra equipe e não pode entrar em campo, para não completar o seu sétimo jogo pelos santistas na competição.

Ganso poupado- O meia Paulo Henrique Ganso não participou do treinamento desta quarta. Poupado, o camisa 10 fez trabalho de reforço muscular no Cepraf (Centro de Excelência em Prevenção e Recuperação para Atletas de Futebol), tudo para dar um suporte melhor a sua parte física nos próximos dias. Ganso foi submetido a uma artroscopia no joelho direito, no final de maio, e precisa deste tratamento para poder jogar regularmente. Os demais atletas, com exceção de Ganso, Fucile e Borges, este último liberado pela diretoria para acertar os detalhes de sua transferência para o Cruzeiro, fizeram um treino de dois toques, em campo reduzido, observados atentamente por Muricy.