Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fucile prevê Inter recuado, mas reconhece necessidade da vitória

Sem nenhum ponto conquistado no grupo 1 da Copa Libertadores da América, o Santos encara o jogo contra o Internacional-RS, nesta quarta-feira, às 19h45 (horário de Brasília), na Vila Belmiro, como uma decisão. O lateral direito Fucile espera uma partida complicada e, mesmo sem ter grande conhecimento sobre o adversário do Peixe, acredita que o Colorado irá exercer uma postura taticamente mais defensiva, explorando os contra-ataques.

O técnico do Inter-RS, Dorival Júnior, já confirmou que irá mandar a campo um time com três volantes: Bolatti, Guiñazu e Elton. Além disso, o treinador colorado só terá Leandro Damião no ataque, pois Dagoberto irá ficar como opção no banco de reservas. D’Alessandro e Oscar serão os responsáveis por municiar o camisa 9 da equipe gaúcha

‘Nós sabemos que eles vão procurar jogar no nosso erro. Eles não vem para atacar, pois sabem que se saírem para o jogo, temos atletas que fazem a diferença. Acho que o Inter vai se fechar lá atrás para contra-atacar, como fez o Corinthians’, disse Fucile, relembrando a postura do Timão no clássico do último domingo, na Vila, pelo Campeonato Paulista.

Indagado sobre as principais qualidades do Internacional-RS, o ala uruguaio se esquivou, destacando que por estar há pouco tempo no futebol brasileiro, não conhece a fundo as características de cada time.

Para Fucile, o importante mesmo neste confronto é vencer e embolar a disputa na sua chave. ‘Na verdade eu sou a pessoa menos indicada para falar sobre os times. Conheço muito pouco, cheguei não tem tanto tempo ao Brasil. Sei que o Inter-RS é uma grande equipe e creio que será um jogo interessante. Vamos procurar jogar bonito e ganhar. Mas, as vezes, não dá para apresentar um futebol lindo. Mesmo se não der para jogar bem, o importante amanhã (quarta) é vencer’, concluiu.

O Alvinegro Praiano ocupa a lanterna do grupo 1, ao lado do Juan Aurich (Peru), ainda sem ter pontuado na competição. Os gaúchos estão em segundo na chave, com três pontos ganhos, enquanto o Strongest (Bolívia) lidera, com seis pontos em dois jogos.