Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Frio e confiante, Anderson avisa: ‘Vai acabar no 1º round’

Brasileiro só mostrou ansiedade ao se aproximar de Sonnen para pose no final e teve de ser contido. 'Não tem jogo nenhum. Só vim fazer meu trabalho', disse

Por Da Redação 3 jul 2012, 16h24

“O Chael está ferrado”

“Para ele me bater em pé ele tem que ser mágico”

“Se eu tiver que espancá-lo mais dez vezes, é isso que vou fazer”

“Estou aqui para lutar. Estou aqui para fazer o que eu nasci para fazer”

Desde a semana passada, quando Anderson Silva surpreendeu ao trocar sua postura tranquila por uma promessa de massacre contra Chael Sonnen, os fãs de MMA se perguntam se o campeão corre o risco de perder o foco – e a cabeça – no confronto contra seu arquirrival, no UFC 148, em Las Vegas. Nesta terça-feira, porém, o brasileiro deixou seus fãs muito mais tranquilos em relação a esse temor. Mostrando muita concentração e confiança, o Anderson que participou da entrevista coletiva ao lado de Sonnen foi muito mais calmo – ainda que tenha repetido que dará uma surra no americano. Questionado em duas ocasiões diferentes sobre se conseguiria deixar o sentimento de raiva fora do octógono – e, assim, evitar correr o risco de se desconcentrar e abandonar seu plano de luta -, Anderson sorriu e respondeu, com tranquilidade: “Claro que sim”.

Leia também:

Leia também: Uma semana decisiva para a carreira do campeão Anderson Silva

“Não tem jogo nenhum. Acabou a brincadeira. Ele pode continuar falando bobagem, mas acabou. Sábado, as coisas vão mudar. Muita coisa vai mudar”, alertou o brasileiro, ao lado do presidente do UFC, Dana White, e do próprio Sonnen. “Vocês não estão entendendo o que vai acontecer. O Chael está ferrado.” Enquanto o oponente repetia as mesmas provocações de sempre, Anderson mantinha a calma e até sorria. Já no fim da entrevista, um torcedor perguntou como seria a luta. “Eu vou bater nele, vou bater nele, vou bater nele. Aí ele vai tentar me agarrar, eu vou bater mais um pouco e ele vai desistir.” Apesar da truculência das frases, Anderson seguia calmo, sem mudar o seu tom de voz. “Vai acabar no primeiro round”, prometeu, com muita convicção. O sangue de Anderson só ferveu quando chegou a hora de posar ao lado de Sonnen – o brasileiro teve de ser contido pelos assessores (assista no vídeo abaixo).

Continua após a publicidade

‘Enterro’ – Sonnen foi o mesmo de sempre – barulhento, arrogante e provocador, disse que tem “zero arrependimento” do que falou sobre Anderson e o Brasil. Ele também se disse absolutamente confiante na vitória, pois afirmou estar muito mais preparado do que no encontro anterior com Anderson. “O Chael de hoje destruiria o Chael de dois anos atrás. E o Chael de dois anos atrás destruiu esse cara aqui do meu lado”, afirmou, em referência à primeira luta entre eles, em 2010. Ao comentar as frases de Anderson na tão falada entrevista da semana passada, voltou a fazer piada: “Se você soubesse que seu enterro estava para acontecer, também teria algumas coisas a dizer. Pode não ser o enterro dele, mas é o enterro da carreira dele.” Se Anderson deu seu palpite para o desfecho da luta, o americano também fez sua previsão: “Ele vai tentar dar os chutes que ele sempre dá, e eu vou fazer o que sempre faço: colocar minha testa no peito dele e jogá-lo no chão.”

Leia também:

Leia também: Duelo de sábado é briga de ex-office boy contra sociólogo corretor

Leia também:

Anderson x Sonnen não é só luta. É uma questão pessoal

No auge da popularidade, o MMA vai dando adeus a suas lendas

‘Eu apanhei de Júnior Cigano. Mas quero minha revanche’

Anderson Silva começa sua semana decisiva rumo ao UFC 148

Em vídeo, Anderson joga paintball – e Sonnen volta à escola

Continua após a publicidade
Publicidade