Clique e assine com até 92% de desconto

Fraude no The Best? Capitão da Nicarágua nega voto em Messi

Juan Barrera usou as redes sociais para desmentir informação divulgada pela Fifa

Por Da redação Atualizado em 25 set 2019, 14h45 - Publicado em 25 set 2019, 14h41

O argentino Lionel Messi foi coroado o melhor jogador do mundo na cerimônia Fifa The Best, em Milão, na última segunda-feira 23, em eleição aberta que levou em conta votos de jornalistas, jogadores, treinadores e do público. Um dos atletas, no entanto, negou as informações divulgadas pela entidade e garantiu não ter votado em 2019.

“Não votei nos prêmios The Best. Qualquer informação sobre voto meu é falsa. Obrigado”, escreveu Juan Barrera, atacante do clube colombiano Boyaca Chicó, no Twitter. No documento divulgado pela Fifa, no entanto, consta que o atleta tenha votado em Messi, Sadio Mané e Cristiano Ronaldo.

  • Ao diário local La Prensa, Barrera disse que votou em Messi no ano passado, mas não nesse, quando disse não ter recebido qualquer e-mail ou comunicação da Fifa.

    Clique e confira a lista completa de votos do Fifa The Best 2019

    Não é a primeira vez que um atleta denuncia uma suposta fraude na eleição. Em 2013, Gpran Pandev, capitão da Macedônia, disse ter votado em José Mourinho como melhor técnico. Na ocasião, a Fifa desmentiu o jogador e publicou o seu voto em Vicente Del Bosque, o vencedor da eleição.

    Continua após a publicidade
    Publicidade