Clique e assine com 88% de desconto

Frank Schleck é pego no antidoping na Volta da França

Por Da Redação - 17 jul 2012, 16h59

Por AE

Pau, França – O ciclista Frank Schleck foi flagrado em teste antidoping durante a atual edição da Volta da França, anunciou a União Ciclística Internacional (UCI), nesta terça-feira. O atleta de Luxemburgo, da equipe RadioShack-Nissan, não foi suspenso, mas decidiu abandonar a tradicional prova.

A saída do ciclista foi confirmada pelo porta-voz da equipe, Philippe Maertens, depois que a UCI emitiu nota sugerindo o abandono da prova. “A UCI acredita que a RadioShack vai tomar as medidas necessárias para que a Volta da França possa seguir em frente com tranquilidade”.

A entidade afirmou ainda que Schleck tem o direito de solicitar a amostra B da análise em um prazo máximo de quatro dias. O ciclista, de 32 anos, não será punido imediatamente porque a substância flagrada no teste antidoping, diurético Xipamida, é classificada como específica por “ser mais suscetível a uma justificativa verossímil, sem relação com doping”.

Publicidade

As punições ligadas ao diurético são geralmente mais brandas porque os atletas têm mais chances de provar que não ingeriram a substância com o objetivo de melhorar o desempenho esportivo. Schleck foi flagrado em exame realizado no sábado, pelo laboratório Chatenay-Malabry, ao sul de Paris.

Irmão mais velho de Andy Schleck, campeão da Volta da França em 2010, Frank foi o terceiro colocado na edição de 2011. Neste ano, ocupa o 12º lugar geral, a 9min45s do líder Bradley Wiggins. A competição teve mais um dia de folga nesta terça. Na retomada, na quarta, os ciclistas iniciarão a subida dos Pirineus.

Publicidade