Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Franca vence Paulistano e vai às quartas; Joinville vira série

Na noite desta quinta-feira, o Vivo/Franca superou a equipe do Paulistano/Unimed, pelo placar de 77 a 69 e é a primeira equipe classificada para as quartas de final do NBB. A equipe do interior paulista fechou a série melhor de cinco partidas em 3 a 0. Com o resultado, a equipe francana marca história no NBB, sendo a primeira equipe pior colocada da história da competição avança às quartas.

O destaque do Franca foi o pivô Drudi, que anotou 21 pontos no confronto. Porém, o cestinha acabou sendo um jogador do Paulistano: o ala/armador Betinho, com 22.

Já no início do duelo, o time de Franca (SP) começou em ritmo acelerado e conseguiram abrir 6 a 0 no placar. O Paulistano se mostrava inseguro e errava muito. Com isso, o primeiro quarto terminou com 18 a 12 no placar, a favor do time interiorano.

Na segunda etapa, as defesas se sobressaíram sobre os ataques e o Franca não permitiu que a equipe da casa reagisse no jogo. O ala Kevin Sowell conseguiu fazer dez pontos e ajudou o Franca a se manter com folga no placar, abrindo 37 a 28.

Na volta do intervalo, o Paulistano foi obrigado a arriscar mais e conseguiu levar vantagem sobre o sistema defensivo francano. Liderados por Renato e Betinho, cada um com sete pontos, o time mandante foi capaz de empatar o confronto, após enterrada do ala Alex Oliveira.

Após a igualdade, as duas equipes mantiveram um duelo equilibrado, com trocas na liderança do marcador. Após dois lances livres, o visitante voltou a ter vantagem.

No quarto derradeiro, o Paulistano se desconcentrou, talvez desanimado pela desvantagem, e deixou a equipe de Franca tirar vantagem do momento de instabilidade, aumentando a folga no placar e administrando o jogo.

‘Muito boa a conquista dessa vaga. A equipe está muito unida e focada. Nós enfrentamos uma equipe muito forte e vencemos, temos que comemorar muito’, disse Helinho, capitão do Franca.

Mesmo com o revés e a eliminação, o ala/pivô do Paulistano, Felipe, preferiu destacar o trabalho de sua equipe e parabenizou o oponente. ‘Sabíamos que o time de Franca seria muito difícil de ser batido, mas esse resultado não significa tudo que fizemos na temporada. Agora, vamos nos preparar melhor para o próximo campeonato. Franca está de parabéns’, disse.

Na outra partida da noite, o Cia do Terno/Romaço/Joinville virou a série melhor de cinco, nas oitavas de final, ao superar a equipe do Winner/Limeira, pelo placar de 88 a 69. A equipe catarinense tem 2 a 1 agora.

O pivô Shilton foi o melhor do Joinville, com 16 pontos. O ala Audrei e o pivô Tiagão contribuíram para o triunfo com mais 15 pontos cada um. Pelo Limeira, o ala Diego foi quem mais se destacou, também com 15 pontos.

‘A equipe melhorou muito daquele primeiro jogo da série para esse. Conseguimos impor nosso ritmo e isso fez toda a diferença nessas partidas aqui em casa. Sabemos que lá em Limeira será muito difícil, mas vamos concentrados para tentar fechar a série no jogo quatro’, declarou Shilton.

A partida número quatro da série será disputada no próximo domingo, às 18h, no Ginásio Vô Luccato, na cidade de Limeira (SP). Caso a equipe visitante vença, avança para as quartas.