Fórmula 1 fica em São Paulo pelo menos até 2020

Prefeitura renovou contrato mas fará reformas de mais de 150 milhões de reais

Por Da Redação - 10 out 2013, 14h16

A cidade de São Paulo continuará sendo sede de uma das etapas da Fórmula 1 até 2020. A extensão do contrato foi acertada pelo prefeito Fernando Haddad em reunião com Bernie Ecclestone, chefão da F1, após longa negociação. A renovação foi condicionada a uma reforma do circuito, na qual a principal mudança será a construção de um novo prédio em que ficarão os boxes na Reta Oposta, que passará a receber a largada da prova. As obras, que incluirão ainda o recapeamento da pista, ficarão a cargo da prefeitura.

Leia também:

Haddad vai gastar R$ 160 milhões em reformas de Interlagos

Fórmula 1: Interlagos terá boxes e largada na reta oposta

Publicidade

F1: Fernando Alonso diz que Vettel ‘está perto da perfeição’

Pelas estimativas iniciais, os gastos devem passar dos 150 milhões de reais. A nova infraestrutura, pelo acordo, deve estar à disposição da F1 a partir de 2015. Logo, a reforma deverá ser executada já no próximo ano. Ainda não há previsão para o início e para a duração das obras.

Leia também:

Alonso diz que é um ‘milagre’ ainda disputar o título

Publicidade

Sauber descarta contratar Barrichello para 2014

Webber ataca pilotos pagantes, que ‘baixam nível’ de GPs

Fórmula 1: FIA aprova calendário de 2014 com 22 corridas

Equipes e pilotos reclamam faz tempo do espaço reduzido no paddock e nos boxes de Interlagos. Também pedem maior infraestrutura nas áreas exclusivas das equipes, chamadas de hospitality center, junto ao paddock. Ecclestone, presidente da Formula One Management, que detêm os direitos da F1, aumentou a pressão por mudanças no ano passado e chegou a anunciar negociações para transferir a etapa de São Paulo para outras cidades.

Publicidade

Antes da corrida de 2012, Ecclestone visitou as dependências do Parque Beto Carrero, em Penha (SC), que pretende construir um moderno autódromo, e chegou a se reunir com o governador Raimundo Colombo, para acelerar a resposta da prefeitura de São Paulo. Mas só agora conseguiu a resposta e garantias do investimento no circuito.

A temporada de 2013
Equipe Pilotos
Red Bull Sebastian Vettel (Alemanha) Mark Webber (Austrália)
Ferrari Fernando Alonso (Espanha) Felipe Massa (Brasil)
McLaren Jenson Button (Grã-Bretanha) Sergio Perez (México)
Lotus Kimi Räikkönen (Finlândia) Romain Grosjean (França)
Mercedes Nico Rosberg (Alemanha) Lewis Hamilton (Grã-Bretanha)
Sauber Nico Hulkenberg (Alemanha) Esteban Gutierrez (México)
Forca India Paul Di Resta (Grã-Bretanha) Adrian Sutil (Alemanha)
Williams Pastor Maldonado (Venezuela) Valtteri Bottas (Finlândia)
Toro Rosso Daniel Ricciardo (Austrália) Jean-Eric Vergne (França)
Caterham Charles Pic (França) Giedo Van der Garde (Holanda)
Marussia Max Chilton (Grã-Bretanha) Jules Bianchi (França)
Tabela
Data Local Autódromo
13/10 Japão Suzuka
27/10 Índia Buddh
03/11 Emirados Árabes Abu Dhabi
17/11 Estados Unidos Austin
24/11 Brasil Interlagos
  • Ferrari exibe carro mais arrojado - e sem o degrau no bico
  • Williams apresenta novo carro 'mais refinado' para 2013
  • Equipe Lotus já sonha em brigar pelo título em 2013
  • Fórmula 1: McLaren apresenta MP4-28 de olho em título
  • Red Bull apresenta o carro a ser batido em 2013
  • Mercedes apresenta W04 em Jerez e coloca carro na pista

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade